Pesquise neste blog

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Voluntários fazem festa para idosos

Ação promovida pela Secretaria de Justiça ofereceu um dia de festa para 60 moradores de instituição em Sobradinho

O Lar Bezerra de Menezes foi o local escolhido pelo GDF para comemorar, neste 1º de outubro, o Dia Internacional da Pessoa Idosa, data criada pela Organização das Nações Unidas (ONU). Bingo, música, lanche, brincadeira, dança e muito carinho fizeram parte da festa dos 60 idosos moradores da instituição de Sobradinho.

A mais velha moradora do Lar, Celeste Ribeiro, de 98 anos, era uma das mais animadas. “Estou gostando muito dessa festa, pena é não estar com os números certos”, comentou, às gargalhadas, durante o bingo. Esbanjando vitalidade, Aldira Rodrigues, 84 anos, que acertou os números da brincadeira, trocou de prêmios até achar um que lhe agradasse. “Aquele brinco estava muito feio, achei esse terço mais simpático”, brincou.

Para ela, os dias de ações voluntárias deixam a vida mais alegre. “Quando tem festejo sempre quero participar. Gosto muito desses eventos”. Dona Aldira elogiou o tratamento recebido na instituição. “A melhor casa que já achei foi aqui, é alegria sempre. Divido meu quarto com mais duas amigas e o banheiro é muito bom”, contou.

Morador da casa há 13 anos, Leopoldino Cizino, de 83, não participa das festas, mas adora um bate-papo com visitantes. “Não vou para as festas porque não gosto muito de bagunça, mas adoro conversar com as pessoas que vêm nos visitar.”

Voluntariado - Cerca de 15 voluntários, entre funcionários da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus) e alunos do Centro Universitário de Brasília (Ceub), participaram da ação solidária desta segunda-feira. A parceria com a universidade faz parte do programa Voluntário Cidadão, que leva universitários, uma vez por semana, a creches, hospitais, lares de idosos, clínicas de dependentes químicos, entre outros locais.

“Me sinto muito bem. No caso dos idosos, não precisamos oferecer muito, apenas escutar suas histórias de vida, compartilhar e dar atenção. É muito gratificante porque percebemos o quanto conseguimos fazer bem a eles, e eles a nós. É uma troca”, avaliou a estudante de biomedicina do Uniceub Giulia Braga, 21 anos.

De acordo com a diretora do Lar dos Velhinhos Bezerra de Menezes, Silvia Helena Lopes, a casa conta com 50 funcionários formais entre técnicos de enfermagem, assistentes sociais, médicos, fisioterapeutas, nutricionistas e serviços gerais. “Eles têm toda estrutura necessária. Temos o médico que cumpre expediente aqui, além do atendimento com psicólogos e fisioterapeutas”, detalhou a diretora.

A estrutura do Lar Bezerra de Menezes, que fica na Quadra 14, tem 21 quartos para três pessoas com banheiro, posto de enfermagem, cozinha, lavanderia, farmácia, consultório médico, salas de reuniões, de informática e de administração, além de espaço para oficinas de papel reciclado.

Entre as atividades realizadas semanalmente estão oficinas, capoterapia, sessões de fisioterapia e atendimento com psicólogos voluntários e estagiários. Grupos da comunidade fazem visitas periódicas e oferecem lanche, dança e tocam violão.

“Eles ficam muito felizes e eufóricos. Queremos que aqui seja uma extensão da casa deles, um local tranquilo, aconchegante e alegre. Comemoramos os aniversários e contamos com ações voluntárias para promover os dias de festa”, disse a assistente social da instituição, Rosa Sales.

ONU - O Dia Internacional das Pessoas Idosas foi criado pela ONU para qualificar a vida dos mais velhos, por meio da saúde e da integração social. “Aqui, eles são tratados como cidadãos, chamados pelos próprios nomes e recebem toda a atenção que merecem”, ressaltou a assistente social.

Por Cinara Lima/Foto: Brito

Nenhum comentário: