Pesquise neste blog

quarta-feira, 31 de maio de 2017

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO

Homem é preso ao tentar fugir da polícia por chaminé em Sobradinho

Ladrão estava roubando um restaurante, mas foi surpreendido por policiais militares. Detido tem antecedentes criminais, incluindo estupro

(*) João Gabriel Amador

Um homem, de 24 anos, foi preso ao tentar fugir da polícia por uma chaminé de churrasqueira. O caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira (31/5) em um restaurante de Sobradinho.

Segundo a PM, pouco depois da meia noite, o suspeito arrombou a porta de ferro do estabelecimento e entrou no comércio. O proprietário da loja, que reside na parte de cima do prédio, ouviu o barulho e ligou para o 190. Policiais militares chegaram ao local e encontraram, escondido em um canto na rua, um monitor e um porta-moedas.

Como a porta estava arrombada, os militares entraram na loja. Ao perceber a presença da polícia, o criminoso tentou fugir pela chaminé da churrasqueira do restaurante. Quando apareceu no telhado, foi avistado e preso pelos PMs.

O ladrão foi conduzido para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) e autuado em flagrante. O comerciante teve os seus bens restituídos. Na delegacia, os agentes constataram que o infrator tem antecedentes criminais por fornecer bebida alcoólica a menores e estupro de vulnerável.


(*) João Gabriel Amador/ Metrópoles

DE SOBRADINHO PARA O MUNDO

VIOLONISTA BRASILIENSE É PREMIADO NA EUROPA


Na última quinta-feira, dia 25 de maio/17, o violonista Brasiliense Pedro Rogério Aguiar, conquistou o Primeiro Lugar no “1st Salzburg International Guitar Competition”, realizado em Salzburg, Áustria, no período de 24 a 27/05/17. A Competição contou com a participação de 52 candidatos de vários países e foi realizada em três fases: Eliminatória, Semifinal e Final.

Na prova final, Pedro Rogério Aguiar, interpretou três obras de alta complexidade:  Ritmata – Edino Krieger; Bagatelle I – Allegro – William Walton e Fantaisie sur de motifs hongrois – Johann Dubez.

Este foi um Concurso de grande importância por ser o primeiro realizado   por uma das mais conceituadas universidades da Europa, a Universitat Mozarteum Salzburg e organizado pelo grande maestro Eliot Fisk, um dos mais importantes violonistas do século XX e discípulo de Andrés Segóvia.

Com a conquista do lº lugar, Pedro recebeu cerca de 7 mil euros em prêmios e apresentações em diversos palcos internacionais.

Pedro Aguiar (foto)  cursa atualmente o mestrado em Performance Musical sob a orientação de Franz Halász, com bolsa de estudos integral concedida pelo governo alemão

PERFIL do ARTÍSTA

Pedro Aguiar nasceu em Sobradinho/DF, é bacharel em violão pela Universidade Federal de Goiás, tendo como orientador o prof. Dr. Eduardo Meirinhos. Iniciou seus estudos com Maurizio Martins no Teatro de Sobradinho. Em seguida, tornou-se estudante da prof. ª Cida Alvim na Escola de Música de Brasília. Em 2010, realizou intercâmbio na Marshall University (EUA), recebendo uma bolsa de estudos concedida pela CAPES/FIPSE. Em 2012, estudou em Paris sob a orientação de Judicaël Perroy no Conservatoire de Musique d’Aulnay-sous-Bois. Pedro Aguiar conquistou vários prêmios nacionais e internacionais, entre eles o 1º prêmio no XVII Concurso Souza Lima (2006, São Paulo), o 1º prêmio no I Concurso Jovens Talentos da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás (2008, Goiânia), o 1º prêmio, unânime e com louvor, no V Concurso Eustáquio Grilo (Brasília, 2011), Prêmio Revelação no Concurso de Violão do MASP (São Paulo, 2011), 1° prêmio do Concurso Internacional de Violão de Punta Del Este (Uruguai, 2011), além de receber o Prêmio Alfredo Puig pela melhor interpretação de compositor uruguaio e 1º prêmio no III Concurso Internacional Vital Medeiros (Suzano, 2012). Em 2014, foi ganhador no 39º Concurso Internacional de Violão de Gargnano, Itália, sendo Oscar Ghiglia o presidente do júri, no mesmo ano obteve o 2º Prêmio no 30º Concurso Internacional Andrés Segóvia, na Espanha. Pedro Aguiar já se apresentou em várias partes do Brasil e em países como Croácia, Itália, Espanha, Estados Unidos, França, Portugal, Alemanha, entre outros. Atualmente, Pedro Aguiar também se apresenta com a mezzo-soprano alemã Dorothea Spilger como bolsista da Associação Yehudi Menuhin de Munique. Dentre os músicos com os quais se apresentou estão Rudens Turku (violino), Débora Halász (piano), Koryum Asatryan (saxofone), Philipp Stubenrauch (contrabaixo), entre outros. Pedro cursa atualmente o mestrado em Performance Musical sob a orientação de Franz Halász, com bolsa de estudos integral concedida pelo governo alemão para estudar na Hochschule für Musik und Theater München(Escola Superior de Música e Teatro de Munique), onde também exerce a função de professor assistente.


(*) JS - foto : Divulgação

REGIÃO NORTE DO DF - PLANALTINA

Abrantes reclama de lentidão nas obras da Vila Olímpica de Planaltina
   

Deputado já destinou R$ 1 milhão em emendas

A pedra fundamental da Vila Olímpica de Planaltina foi lançada em 2008, de acordo com o deputado Cláudio Abrantes (sem partido). A obra, contudo, que deveria ter sido concluída em aproximadamente seis meses, ainda não foi inaugurada. "A construção não avança, não consigo entender", lamentou o distrital durante a sessão da Câmara Legislativa do Distrito Federal nesta terça-feira (30).


Abrantes destinou, por meio de emendas, quase R$ 1 milhão para a obra, segundo informou. "As emendas foram empenhadas e pagas. O GDF tem de dar uma resposta para a comunidade, que fica esperando o espaço, tendo recursos para isso, e nada", criticou. O distrital cobrou, também, a conclusão do Complexo Cultural de Planaltina. "Parece má vontade com a cidade", concluiu

terça-feira, 30 de maio de 2017

JUSTIÇA

Promotoria denuncia profissionais por queda de bebê de incubadora em Sobradinho


Elio Rizzo /Cedoc

Nove profissionais de saúde, entre enfermeiras e técnicas de enfermagem, foram denunciadas pela Promotoria de Justiça Criminal de Defesa dos Usuários dos Serviços de Saúde (Pró-Vida) por lesão corporal culposa. As profissionais, ao realizarem divisão de horário durante plantão noturno da UTI Neonatal do Hospital Regional de Sobradinho, reduziram a vigilância sobre os recém-nascidos, o que resultou na queda de um prematuro da incubadora. O bebê de apenas onze dias sofreu uma lesão craniana.

O fato ocorreu na madrugada de 19 de novembro de 2013. No momento, não havia nenhuma profissional presente onde o bebê se encontrava, apesar de todas as denunciadas estarem escaladas. Seis delas estavam em repouso, enquanto somente três estavam de fato em serviço. De acordo com a denúncia, elas agiram de forma negligente e violaram regras da profissão.

Para o promotor de Justiça da Pró-Vida, Maurício Miranda, a divisão de horários é um artifício, sem qualquer previsão ou autorização legal, usado para descumprir a jornada de trabalho. Enquanto alguns profissionais escalados para o plantão se ausentam, somente um ou poucos trabalham de fato. “Ao serem escaladas para o plantão noturno da UTI Neonatal do HRS, cabia a cada uma das profissionais denunciadas prestar os cuidados necessários e manter a vigilância sobre todos os bebês ali internados durante todo aquele plantão”, afirma Miranda.

Transação penal

Por ser o crime de lesão corporal culposa, previsto no artigo 129, §§ 6º e 7º do Código Penal, considerado de menor potencial ofensivo, foi proposto às denunciadas a prestação de serviço comunitário e a doação de kits de uso do Instituto de Medicina Legal. As profissionais aceitaram a transação penal e o processo foi suspenso para o cumprimento das condições.

“A Pró-Vida sabe que essa prática ilegal de rodízio de plantão é, infelizmente, corriqueira e está atuando para reprimi-la, pois coloca em risco os pacientes internados nos hospitais do DF”, alerta o promotor de Justiça Maurício Miranda. Outros casos similares já estão sendo objeto de apuração ou denunciados.


Fonte : Jornal de Brasília

BOLETIM DE OCORRÊNCIA

DUPLA É PRESA COM CARRO ROUBADO EM SOBRADINHO

(*) Wallace Ximenes

Dois homens foram presos, por volta das 23h50 desta segunda-feira (29), durante ponto de bloqueio próximo à região de Santa Maria/DF.

A equipe policial avistou um veículo GM/Chevette com dois ocupantes, em alta velocidade. O carro foi parado e, durante a consulta veicular, identificado que estava clonado e era produto de roubo em Sobradinho há mais de um ano. O Chevette foi apreendido e os dois ocupantes foram encaminhados à delegacia da cidade para os procedimentos legais.

Os detidos tinham passagens pela polícia por tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e receptação.


(*) Wallace Ximenes/PMDF

segunda-feira, 29 de maio de 2017

EMPREENDEDORISMO

Governo entregará mais R$ 239 mil para microempreendedores

Nesta terça, dia 30 de maio, às 10h, no auditório da Secretaria Adjunta do Trabalho, o Governo de Brasília entregará mais 26 cartas de créditos para microempreendedores do setor urbano, no valor total de R$ 239.885,00.

Somente neste ano, o governo já investiu R$ 2.255.691,22 em 201 cartas de créditos urbanas e rurais.
O Prospera – fundo de geração de emprego e renda é executado pela Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh), por meio da Secretaria Adjunta do Trabalho. A meta do governo prevê investimento de R$ 11 milhões até dezembro na manutenção e geração de emprego e renda.

Serviço

Sexto lote do Prospera
Data: terça-feira, 30 de maio de 2017
Horário: 10 horas
Local: Auditório da Secretaria Adjunta do Trabalho (SCS)


(*) Fonte: Ascom da Sedestmidh 

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO


PAI E FILHO PRESOS POR TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM SOBRADINHO


(*) Cícero Feitosa


Ontem por volta de 21h30 policiais militares de Sobradinho prenderam um homem e apreenderam seu filho após a dupla desferis 11 tiros contra desafetos em Sobradinho.

Os policiais patrulhavam próximo ao hospital da cidade quando ouviram vários disparos de arma de fogo. Logo viram dois suspeitos correndo para faixa verde da quadra 6. Um deles, menor, logo foi apreendido. Foi feito um cerco, o outro fugitivo, pai do primeiro, foi preso já na quadra 4.

Duas pessoas haviam sido alvejadas. As vítimas foram socorridas e permanecem com estado de saúde estável. A arma foi dispensada pelo pai durante a fuga e não foi encontrada. Pai e filho foram encaminhados para delegacia e DCA respectivamente para registro da tentativa de homicídio.


(*) Cícero Feitosa/PMDF

sábado, 27 de maio de 2017

VEM AÍ.....


AGENDA DA SEMANA EM SOBRADINHO II & FERCAL



Por Cel. Charles Magalhães –Administrador Regional


Semana de realizações: 

 Aceiro do Parque Canela de Ema concluído, quilômetros de rodovias das comunidades da Fercal patrolados, ponte da DF 205 oeste sendo consertada, início da sinalização viária do Grande Colorado, tapa buracos no Setor de Mansões, toneladas de lixo e entulho retiradas de Sobradinho II, obra do campo sintético do Alto da Bela Vista quase concluído, palestras para pais de dependentes químicos realizadas.







Conforme nos comprometemos, a ponte da DF 205 oeste da divisa DF/ GO está sendo reformada.
Agradeço ao esforço do Governador Rollemberg que conversou com o Diretor Geral Ludovice sobre a necessidade de se atender a este pleito de mais de 4 anos. À equipe do DER e da administração da Fercal pelos esforços. A licitação para a compra das pranchas de madeira assinei ontem para que em poucos dias a obra seja concluída.




Agradecemos ao nosso Papai do Céu, em primeiro lugar, à nossa equipe das Administrações Regionais e ao GDF pelo grande apoio à nossa gestão.
Mais e mais semanas de bençãos virão.

(*) Cel . Charles Magalhães - Administrador Regional de Sobradinho II & Fercal. 

quinta-feira, 25 de maio de 2017

MEIO AMBIENTE

SOS Ribeirão Sobradinho

"Se o rio Sobradinho fosse uma pessoa, o que ele estaria nos dizendo agora?", foi com essa pergunta, em uma audiência pública, que um dos diretores da Adasa (Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF), Diógenes Mortari, convidou à reflexão sobre a maneira como tratamos nossos rios, especialmente os urbanos, como é o caso do Ribeirão Sobradinho.

Envolvida desde o final da década passada em ações de revitalização do ribeirão, como o plantio de 10 mil árvores nativas nas margens do ribeirão em 2013, a Adasa foi anfitriã da solenidade de assinatura do contrato para elaboração do diagnóstico ambiental do Ribeirão Sobradinho. O estudo embasará a criação da Unidade de Conservação na região, incluindo o Parque Canela da Ema. O objetivo é realizar análises técnicas para definir uma poligonal ideal, levando em conta as áreas de abrangência dos parques já existentes na região.  A assinatura ocorreu durante a AgroBrasília, no estande da Adasa, no dia 18 de maio.


O ribeirão, que nasce próximo ao condomínio Alto da Boa Vista e tem 28km de extensão até chegar ao rio São Bartolomeu, percorre chácaras, propriedades rurais e áreas públicas em 153km² de drenagem, sofre há mais de 20 anos com a ocupação irregular ao longo de suas margens. Segundo a Codeplan (Companhia de Planejamento do Distrito Federal), a população de Sobradinho (I e II) passou de 133 mil em 2004 para 170 mil pessoas em 2015. O crescimento rápido e desordenado desmatou e impermeabilizou o solo, fazendo com que as águas pluviais se misturassem ao esgoto clandestino e aos resíduos sólidos urbanos desaguando no ribeirão, além de centenas de quilos de entulho e lixo que ali são diariamente despejados.

A degradação foi tanta que em 2006 o ribeirão foi tema de mestrado de um pesquisador, o professor Raimundo Pereira, também morador de Sobradinho, com 52 anos de história com a região administrativa e com esse curso d´água. Após quatro anos de estudo, o professor chegou à conclusão de que o rio estava completamente morto do ponto de vista biológico. Por essa razão, criou a Associação SOS Ribeirão e se mobilizou junto a entes e agentes locais, obteve a atenção do governo e da imprensa para atender os gritos de socorro que o rio já dava, agonizando sob os impactos da deterioração ambiental. Foi criada também a Casa do Ribeirão, um centro de atividades ecológicas voltadas à comunidade local.

O diagnóstico do ribeirão deve ficar pronto em seis meses, mas a implementação do projeto completo levará de 20 a 30 anos. Segundo a Adasa, outros órgãos do governo também devem realizar levantamento de dados, elaborar pareceres técnicos e reunir informações para diagnóstico da situação atual de um dos principais afluentes do rio São Bartolomeu. Todos os pormenores da região serão levados em conta – situação fundiária, esgotamento e saneamento, agronegócio, drenagem pluvial, qualidade da água. Segundo a Agência, outras ações devem ser realizadas para reduzir os impactos ambientais, tais como intensificar a fiscalização sobre as captações irregulares e as outorgas existentes, melhoria da base de dados do local, verificação do monitoramento da qualidade da água e uma intensa campanha de conscientização da população para conservar e proteger o local e assegurar o direito do rio a coexistir com a humanidade, apesar de ação nociva do homem.

A exemplo do que aconteceu na Nova Zelândia em março deste ano, em que o rio Whanganui, venerado pelos maoris, ganhou personalidade jurídica, quem sabe o documento que contém as assinaturas do diretor-presidente da Adasa, Paulo Salles, do presidente da Associação SOS Ribeirão, Raimundo Pereira, do secretário de Agricultura e Desenvolvimento do DF, José Guilherme Leal, e do responsável técnico da empresa Géo Lógica Consultoria Ambiental, Cristiano Goulart Simas, seja o reconhecimento de que os rios, assim como as pessoas, também devem ter garantido seu direito essencial à vida.


Assessoria de Comunicação e Imprensa/ADASA - Fotos CB e JS

quarta-feira, 24 de maio de 2017

SOBRADINHO / COMUNIDADE CIGANA

Ciganos comemoram mais de 400 anos no Brasil com festa no DF

Dia Nacional do Cigano é celebrado nesta quarta. Para marcar a data, G1 visitou único acampamento cigano do DF, primeiro a conquistar terras cedidas pelo Governo Federal; veja fotos e conheça as tradições desse povo.

  
(*)  Marília Marques

Crianças da etnia calon moram em acampamento cigano, em Sobradinho, no DF (Foto: Marília Marques/G1)

Cores, música, ouro e dança marcam a cultura cigana em diversas parte do mundo. No Brasil, segundo historiadores, o primeiro registro de uma família cigana data de 1574. No Distrito Federal, os primeiros acampamentos foram montados ainda durante a construção de Brasília. Quase 60 anos após a chegada dessas populações ao DF, estima-se que mais de 3 mil pessoas já se reconheçam como pertencentes a este povo.

Segundo pesquisa da Codeplan, são 13,5 mil membros em todo país. O levantamento é do ano passado e marca o Dia Nacional do Cigano, celebrado nesta quarta-feira (24), em homenagem a Santa Sara Kali, padroeira universal dos ciganos. A data será comemorada no acampamento da Associação Nacional das Etnias Ciganas (Anec), a primeira com esta formação no Brasil. Estão programadas rodas de conversa e apresentações culturais, a partir das 10h, no acampamento Nova Canaã, em Sobradinho.

A comunidade cigana em Brasília está representada, em sua maioria, pela etnia calon, a mais numerosa do país. O grupo chegou a capital federal por volta de 1974 e hoje reúne 74 pessoas, a maioria com laços familiares, que até meados de 2014 levavam uma vida nômade, uma outra característica dos ciganos.

Antes de escolher o DF como residência fixa, a comunidade passou por mais de 15 estados. O líder da Associação Cigana no Distrito Federal, Wanderley da Rocha, conta que encontrou em Brasília condições para se sentir protegido. “De onde viemos, desse mundão por aí, entendíamos que Brasília seria a capital das leis."

"A gente aqui teria direitos de igualdade racial. Em toda nossa história cigana já tínhamos sido bastante humilhados e desrespeitados, mas aqui temos voz e isso nos deixou bastante fortalecidos.”

Acampamento onde moram 15 famílias ciganas no DF (Foto: Marília Marques/G1)

Em Sobradinho, o grupo adquiriu terras cedidas em 2015 pelo Governo Federal, para fixar residência e prover a subsistência da comunidade. As 15 famílias que moram no terreno de 3,5 hectares, vivem em tendas feitas com lona e dispostas em formato da letra “C”, de cigano. Eles plantam alimentos e criam animais como galinhas e perus para o próprio consumo.

Segundo a Secretaria de Igualdade Racial do Distrito Federal (Sedestmidh), a associação cigana tem a concessão de uso das terras por dez anos, com possibilidades de renovação. Ao G1, a pasta informa que “esta é a primeira cessão de uso de terra pública para uma comunidade cigana no Brasil”.

No espaço conquistado, o grupo afirma que pretende reforçar a infraestrutura para criar condições de desenvolvimento. ”O objetivo é servir de ‘terra prometida’ para todos os ciganos do país."

"Nosso sonho é construir o primeiro centro de resgate da cultura cigana do Brasil para que daqui saiam homens e mulheres capacitados e preparados para o mercado de trabalho."

O desejo de Wanderley tem fundamentos e é baseado na realidade difícil da comunidade cigana. De acordo com um levantamento da Codeplan, 43% dos ciganos do DF são analfabetos, sendo que grande parte deles (80%) têm até 34 anos.

As estatísticas sobre as condições de vida mostram ainda que há muitas outras situações precárias: apenas 2,63% dos entrevistados afirmam ter calçadas próximas aos seus domicílios; 21%, banheiro; 24%, rede geral de distribuição de água; 24%, coleta de lixo; e 13%, esgotamento sanitário adequado (rede geral ou fossa séptica). Só 24% das casas dos ciganos no Distrito Federal contam com iluminação elétrica.

Wanderley da Rocha, líder da comunidade, ao lado da filha Rosalina. (Foto: Marília Marques/G1)

Tradição

As 15 famílias ciganas que atualmente vivem na comunidade próxima a Sobradinho fazem questão de destacar que são pertencentes à etnia calon, e por isso, possuem costumes, vestimentas e um dialeto diferente de membros de outras duas etnias que se têm registros no Brasil: os rom - descendentes de romenos - e os siti - mais encontrados na Alemanha, Itália e França.

Os calons do DF têm como segunda língua o “chibi”, dialeto de origem portuguesa, que foi transmitido de forma oral às atuais gerações. “Conseguimos ensinar um para o outro, de geração em geração, como nos defender das perseguições que enfrentávamos. E, a depender do lugar, usamos só ele, o ‘chibi’. Há 500 anos usávamos para isso, e hoje, em 2017, pouca coisa mudou”, contam.

De acordo com a tradição oral, os ciganos calons descendem de povos deportados da Espanha e Portugal. A etnia é reconhecida por ser formada por cavaleiros, homens que mexiam com tropas e animais e, segundo contam, participaram ativamente da exploração e comércio do ouro no Brasil.

A atividade, como conta o líder do grupo, levou à valorização desse artigo como símbolo de status. “Diziam que naquela época, nós ciganos éramos muito perseguidos. Levavam tudo que achavam de nós, ouro e cavalos."

"Através da perseguição, virou uma cultura. Começamos a colocar ouro nos dentes para que não levassem. Por isso é comum ver ciganos e ciganas usando bastante ouro."

A rotina da comunidade considera a divisão de trabalhos por gênero. Os homens são negociantes e vivem muitas vezes do escambo de mercadorias. Já as mulheres têm a missão de cuidar das tarefas da casa e também saem para revender panos de prato e toalhas em locais de grande movimento.

Por costume, os ciganos casam entre si. O objetivo, segundo eles é manter a cultura e não permitir que os membros deixem o grupo. A tradição, como foi passada, orienta que a mulher seja pedida em casamento, às vezes por primos de primeiro ou segundo grau, mas não permite carinhos, toques ou beijos antes da cerimônia.

“Cigano não namora, o amor vem do olhar. Ninguém se aproxima um do outro, são seis meses cada um em sua casa, senão isso seria desonra para os pais. E o rapaz que se diz noivo, não vem pedir a mão em casamento, ele pede a um mais velho da família para vir falar com os pais”, explicou o líder da comunidade.

Sobre a festa de casamento, contam que ela dura de três a quatro dias. “É muito bonita, são dias de muita união, com ciganos de todos os lados e também têm os dotes que as pessoas dão para os noivos”.


Tendas onde moram as famílias calons, próximo a Sobradinho (DF). (Foto: Marília Marques/G1)

Cultura vs religião

A cultura cigana, atualmente, ainda é confundida com religião, ao invés de ser considerada uma etnia. Isso se deve, segundo o historiador Jonatas Alexandre, ao desconhecimento e ao romantismo que é atribuído a este povo. “O preconceito veio de uma literatura, novelas e filmes que criaram estereótipos socialmente negativos sobre os ciganos."

"É um preconceito enraizado e ainda oculto. Tem que se perder o romantismo em relação a esta cultura."

No acampamento montado na Rota do Cavalo, próximo a Sobradinho, grande parte dos membros do grupo se autodeclaram como pertencentes a religiões evangélicas. Todas as terças-feiras eles se organizam e realizam cultos sob a tenda, chamada de “barracão”, com músicas e orações.

A liderança do grupo diz não acreditar na ‘leitura da sorte’, por exemplo. Wanderley conta que “a lida de mão seria uma forma de sobrevivência da época para as mulheres. Ler a sorte é uma questão de crença. Sou cigano calon e, com todo o meu respeito, não acredito”.

Sobre a preservação das tradições, os povos ciganos são conhecidos como ‘raizeiros’, apesar de também utilizarem a medicina moderna. As mulheres mais velhas do grupo explicam que conhecem muitos remédios caseiros e muitas vezes não vão até a farmácia comprar, fazem uso das ervas medicinais. “Temos remédio do mato para uma gripe, gastrite ou espinhela caída; assim como os indígenas, aprendemos com eles."

"Mas também respeitamos os médicos e sabemos que somos carentes em determinadas situações”.

A rotina das mulheres ciganas envolve as tarefas da casa e a venda de panos de prato no comércio das cidades. (Foto: Marília Marques/G1 )

(In)visibilidade

O pouco conhecimento sobre a realidade destes povos não se restringe apenas aos aspectos culturais. Institutos de pesquisa como o IBGE, não consideraram os ciganos como uma etnia no levantamento do Censo 2010.

O órgão justifica que o Brasil tem vários outros grupos populacionais específicos que também não aparecem nas pesquisas demográficas. Segundo o IBGE, todos eles têm sua importância social e cultural, mas por serem numericamente pequenos, “são praticamente invisíveis para nossas pesquisas amostrais anuais”. Ainda para os técnicos do instituto, “trata-se de uma limitação estatística”.

O único levantamento que cita a presença das comunidades ciganas em todo território nacional foi feito em 2011, como parte do Perfil dos Municípios Brasileiros. O IBGE mapeou, pela primeira vez, os acampamentos existentes no Brasil, mas com base em informações passadas pelos gestores de cada município.

De acordo com o levantamento, os ciganos estão em 291 cidades brasileiras e se concentram, principalmente, no litoral dos estados do Sudeste, Sul e Nordeste - com destaque para a Bahia, onde há o maior número de grupos (53). A pesquisa, no entanto, não precisou a população ou a localização exata desses acampamentos.


Tendas onde vivem, muitas vezes, mais de uma família. (Foto: Marília Marques/G1)

Dia Nacional

Há 11 anos, em 24 de maio, é comemorado o Dia Nacional do Cigano, um marco instituído pelo Governo Federal para também lembrar o combate à invisibilidade dessa comunidade. Desde então, políticas públicas estão sendo implementadas para a valorização deste povo.

Como parte das celebrações desta quarta-feira no DF, a Secretaria de Igualdade Racial está promovendo, em parceria com a Associação Nacional das Etnias Calons, a Festa Cigana, que vai debater políticas públicas para estas populações e discutir o primeiro Estatuto Cigano do DF. A programação acontece na Comunidade Cigana Nova Canaã, em Sobradinho, das 10h às 21h.

(*) Fonte:  Marília Marques, G1 DF

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO


MENOR É APREENDIDO APÓS ROUBAR ALUNOS NA SAÍDA DO COLÉGIO, EM SOBRADINHO.

(*) Claudio Martins

Por volta das 12h de terça-feira, 23/05, policiais militares de Sobradinho apreenderam um menor de idade por roubo a transeuntes. Ele foi apreendido na AR 24, conjunto 03 de Sobradinho II, após cometer diversos roubos a alunos que saiam dos colégios, das áreas de Sobradinho e seguiam para casa. Com o adolescente foi apreendido um simulacro de arma de fogo e celulares roubados.

Policiais do prefixo 3064, juntamente com o Águia do CPRL, receberam a informação da CIADe de que um indivíduo armado com arma de fogo teria assaltado diversos alunos nas proximidades dos colégios das entre quadras 4/6 e 3/5 de Sobradinho. Posteriormente o indivíduo teria fugido de bicicleta, na direção da ponte de madeira, na Avenida Contorno de Sobradinho.

As equipes realizaram um cerco ao suspeito e lograram êxito em abordá-lo na AR 24, conjunto 03 de Sobradinho II. Com ele foi apreendido um simulacro de arma de fogo e celulares roubados das vítimas. O menor foi conduzido à DCA e autuado em flagrante pelos atos infracionais análogos aos crimes de roubos a transeuntes.


(*) Fonte: Claudio Martins / blog Informativo Flagrante

terça-feira, 23 de maio de 2017

BOLETIM DE OCORRÊNCIA NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO


DUPLA REALIZOU ARRASTÃO PELA BR 001 E ACABOU PRESA NO LAGO OESTE

(*) Gilmar Santos

Durante o deslocamento para abastecer a viatura policial, por volta de 1h de hoje (23), a equipe policial do 13º Batalhão, sargento Marcelo Campos, cabos Cláudio e Gustavo Andrade, escutou através do rádio da viatura sobre uma ocorrência de roubo contra transeuntes na DF 150, próximo a uma oficina mecânica, por dois indivíduos em uma motocicleta de cor escura.

Ao passar pela parada de ônibus, em frente ao Posto Colorado, a equipe foi acionada por outra vítima de roubo, informando que os autores estavam em uma motocicleta e teriam seguido em direção ao Núcleo Rural Lago Oeste, pela DF 001.

Os policiais foram na direção indicada e, pouco tempo depois, viram os suspeitos. No momento que a equipe solicitou que eles parassem, o carona da moto sacou uma arma da cintura e apontou em direção à viatura.

Os policiais reagiram e acertaram, com um disparo de arma de fogo, a perna do condutor, que parou a moto.

Os dois assaltantes foram presos e com eles foram encontrados e apreendidos quatro celulares, uma bolsa, um óculos e documentos produtos dos roubos, além de um simulacro de arma de fogo, usado para cometer os crimes.

Breno Martins (19) e Romildo Mendes (21) foram conduzidos à 13ª DP e autuados pelos crimes de roubo. No total, foram três as vítimas das ações criminosas.

Na delegacia, os dois foram reconhecidos por outra vítima, o doutor Maldonado, delegado de polícia. O crime ocorreu na quadra 11 de Sobradinho, no dia de ontem.


(*) Gilmar Santos/PMDF

ACONTECENDO EM SOBRADINHO II & FERCAL

Prestação de contas, do primeiro mês de gestão.

AGENDA da ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SOBRADINHO II & FERCAL por Cel Charles Magalhães - Administrador Regional

Bom dia a todos. 

Ontem encaminhamos um relatório do que foi observado por nossas equipes durante o acompanhamento aos itinerários de transporte escolar.

Gostaria que os pais dos alunos, professores e diretores se manifestassem a respeito de possíveis melhoras ou não que tenham havido de ontem para hoje, para que possamos subsidiar a Secretaria de Educação de informações e aprimorarmos o serviço.






segunda-feira, 22 de maio de 2017

EXTRA! EXTRA!

JÁ EM CIRCULAÇÃO, A EDIÇÃO nº 323 do
JORNAL de SOBRADINHO REFERENTE A SEGUNDA QUINZENA DE MAIO DE 2017
  

CONFIRA O LINK :  http://www.calameo.com/books/003027461dd61b8a8b4e0


Procure sua Edição GRATUITAMENTE nas Bancas e Revistarias mais próximas de sua residência . Essa é uma cortesia dos Patrocinadores , Colaboradores e do Editor do Jornal de Sobradinho.

domingo, 21 de maio de 2017

SOBRADINHO II & FERCAL

       

AGENDA DA ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SOBRADINHO 2 & FERCAL

Por  Cel. Charles Magalhães - Administrador Regional             

Reunião há pouco com os motoristas e monitores do transporte escolar de nossas cidades. Negociamos com a empresa que assume para contratar a todos. Serão contemplados também com vagas de monitores a maioria dos ex comissionados das Administrações Regionais que foi exonerada semana passada, após concluírem o curso específico.

Deixamos bem claro que fiscalizaremos a forma digna e cortês com que nossas crianças precisam ser tratadas.

Cumprimos mais uma das importantes orientações do Governador Rollemberg, combater o desemprego, prestando sempre um serviço de qualidade.


Especiais agradecimentos à Secretaria de Educação do GDF.

ATENÇÃO COMUNIDADE DE SOBRADINHO , VEM AÍ ...




Espetáculo Ballet Sonhos II


Qual é a programação?


Dia 02 de Julho de 2017 às 16h no Teatro de SOBRADINHO vamos reapresentar o lindo Espetáculo Ballet Sonhos!

Quem tem um projeto de vida e muitas vezes foi desencorajado e deixou guardado na gaveta?
Este lindo Ballet vai te encorajar a buscar a realização dos teus sonhos. Não guarde seus talentos debaixo da terra, multiplique seu potencial!

Ingressos promocionais antecipados no Whatsapp: 998648235

Venha nos assistir e traga sua família!
#teatrodesobradinho
#balletsonhos
#naodesistonunca
#sobradinho

Quando?

2 de Julho de 2017, Domingo, às 16:00h

Onde?

Teatro De Sobradinho DF
73060-655 Brasília

Organizador


Escola de Artes Juliana Gaião, Brasília

BOLETIM DE OCORRÊNCIAS NA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO


MULHER É PRESA COM ARMA DO COMPANHEIRO NA CINTURA, DENTRO DE BAR, EM SOBRADINHO II.

O CASAL FOI AUTUADO POR PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO E MUNIÇÃO NA DELEGACIA DE SOBRADINHO.

(*) Claudio Martins

Por volta das 21h de sábado, 20/05, policiais militares do 13º Batalhão de Sobradinho, prenderam um casal por porte ilegal de arma de fogo e munição, em um bar, na AR 10 de Sobradinho II. O homem foi abordado no interior do estabelecimento e durante a abordagem, foram localizadas em suas vestes, três munições intactas e uma deflagrada. Com a sua companheira os policiais localizaram um revólver calibre 38, sem munição e com a numeração raspada.

A equipe do prefixo 2428, composta pelos sargentos Rodrigues Santos, Ferreira e Djair realizava patrulhamento na AR 10 de Sobradinho II, quando avistou um indivíduo no interior de um bar, em atitude suspeita e anunciou a abordagem. Com o indivíduo foram apreendidas as munições. Sua companheira que estava nas proximidades foi questionada pelos policiais, sobre a arma de fogo e ao verificar sua cintura, foi localizada a arma de fogo. Ambos foram conduzidos à 13ª Delegacia de Polícia e autuados pelos crimes.

HOMEM COM PASSAGEM POR ROUBO É PRESO APÓS ARROMBAR COMÉRCIOS EM SOBRADINHO PARA FURTAR MERCADORIAS.



Por volta das 4h de sábado, 20/05, policiais militares do 13º Batalhão de Sobradinho, prenderam em flagrante pelo o crime de furto qualificado, Tiago Pereira da Silva, 25 anos. Ele foi preso após arrombar três estabelecimentos comerciais em Sobradinho e furtar mercadorias. Para arrombar os comércios, Tiago utilizava ferramentas especificas para arrombamentos de cadeados.


A equipe do prefixo 2357, composta pelo sargento Marcelo Campos, cabos Claudio Paiva e Gustavo Andrade realizava patrulhamento em Sobradinho quando foi acionado pela a Ciade para averiguar um arrombamento em uma academia na quadra 04 de Sobradinho. Os policiais chegaram ao local e constataram que o estabelecimento estava arrombado, mas o suspeito pelo crime já havia fugido do local.

Minutos depois o prefixo foi acionado novamente para averiguar outro arrombamento, em um quiosque na quadra 08 da cidade e mais uma vez, ao chegar ao local, o suspeito já havia abandonado o local do crime. Porém desta vez, uma testemunha, que não quis se identificar, presenciou o crime e passou as características do ladrão para os policiais.


Com as características do ladrão, os policiais realizaram patrulhamento em toda a cidade e avistaram um indivíduo com as mesmas características, no balão entre a quadra 14 e a Rodoviária de Sobradinho. Ele foi abordado e em uma caixa de feira, que estava na garupa de sua bicicleta, foram localizados diversos produtos furtados, escondidos embaixo de latinhas amassadas.

O suspeito, identificado pelo nome de Tiago, confessou os crimes e disse que os produtos eram do supermercado Dona de Casa, localizado na quadra 06 de Sobradinho. Diante da situação Tiago, que já possuí passagem por roubo, foi conduzido à 13ª Delegacia de Sobradinho e atuado em flagrante pelos crimes de furto qualificado e arrombamento.


(*) Fonte: Claudio Martins/ Blog Informativo Flagrante

sábado, 20 de maio de 2017

CIDADE

Agenda da Administração Regional de Sobradinho II & Fercal

Por Cel. Charles Magalhães - Administrador Regional

Essa semana, além das diversas ações em andamento, vamos começar a agir de maneira diferenciada em relação ao descaso das pessoas que jogam lixo sem critério e entulhos pelas ruas.

Haverá uma pessoa da administração rodando pela cidade durante todo o dia fiscalizando a situação.

Agiremos com rigor, apreendendo as carroças dos carroceiros que jogam entulhos, a fim que mudem de comportamento.

Criaremos um grupo de whats app, administrado pelas administrações regionais e faremos campanhas educativas.

Precisamos mudar o comportamento da sociedade e contar com a colaboração de todos. Sejamos fiscais, e vamos tomar a atitude correta.

" A efetiva liderança, é a liderança do exemplo".



Estava até agora reunido tratando a respeito do transporte escolar.

Pela previsão das linhas, que já passei para nossa assessoria e para nosso chefe de gabinete da Fercal, Alarcão, quase todas as escolas serão atendidas, só que com menos ônibus.

O fato é que teremos os ônibus lotados de crianças, o que não é o ideal, mas pelo menos garante que tenham suas frequências garantidas.

O segundo ponto a esclarecer, é a questão de amenizarmos ao máximo o desemprego.

Em reunião há pouco com dois representantes da nova empresa que assumirá esta semana, pedi que aproveitassem o máximo de pessoas da atual empresa, entre motoristas e monitores, e seremos atendidos.

Pedi que agregassem alguns dos exonerados semana passada e que trabalhavam na administração, a fim de diminuir o impacto causado para essas pessoas que precisam de emprego, que se dedicaram com comprometimento à sociedade em gestões anteriores. As que puderem fazer curso de monitores e preencherem os requisitos serão aproveitadas.


Todo esforço do governo está havendo para que ajudemos nossas crianças, sem desemprego e manifestações que venham a causar prejuízos à nossa comunidade.

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA AMPES



Reunião da AMPES

Na última quinta-feira 18/05/2017, no espaço de eventos Festa Fácil no setor de expansão econômica de Sobradinho, a AMPES (associação das micro e pequenas empresas de Sobradinho) realizou mais uma assembleia para tratar da segunda etapa do setor. Trata-se da ampliação do setor com a criação de aproximadamente 400 novos lotes comerciais que serão concedidos aos associados juntamente com o capital financiado em 20 anos e com 3 anos de carência para viabilização do empreendimento.  Estiveram presentes além da diretoria e da presidência da associação, o presidente da FAMPEC-DF (federação das associações de micro e pequenas) Eduardo Nunes de Alencar, a Deputada distrital e presidente da comissão de assuntos fundiários do Distrito Federal Telma Rufino e o administrador de Sobradinho Sr. Walter Soares. Em pauta, além da ampliação estava à criação do shopping popular com uma ampla praça de alimentação, a apresentação do projeto arquitetônico e os avanços do movimento. Como efeito da assembleia, foi intermediada uma reunião junto a Terracap para tratar da viabilidade e os caminhos para a implementação do projeto que ocorreu na última sexta 19/05/217.


Fonte: Virgílio Diretor de Marketing da AMPES

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Notícias da Câmara Legislativa do Distrito Federal

CLDF implementa sistema para aumentar transparência sobre emendas parlamentares

As emendas parlamentares ao orçamento anual e a créditos adicionais nem sempre são compreendidas e, muitas vezes, não recebem a devida transparência – dificultando o controle social. Que emenda foi proposta? Para que atividade? Qual o valor destinado? Que deputado apresentou a emenda? Ela foi executada? As respostas a essas questões já podem ser acompanhadas por qualquer cidadão por meio de área específica na página principal do portal da Câmara Legislativa.

O sistema, disponibilizado esta semana, contém informações a respeito de emendas apresentadas nos últimos 10 anos. O chefe da Consultoria de Orçamento da Casa, Getúlio Pernambuco, ressalta, contudo, que a seção sobre 2017 foi aprimorada em relação aos períodos anteriores, observando recomendação do Ministério Público do Distrito Federal e dos Territórios (MPDFT).

Pernambuco explicou, na manhã desta sexta-feira (19), na abertura do primeiro hackday da CLDF, como navegar no sistema. Com apenas um clique, o usuário pode escolher o exercício financeiro de interesse. Na seção de 2017, por exemplo, pode-se conhecer todas as emendas feitas à Lei Orçamentária Anual (LOA) e em créditos adicionais, com autoria e valores. Além disso, é possível acompanhar as emendas executadas: os recursos destinados, para que ação e quem propôs.

"Essa transparência imediata é algo inédito", comemorou a consultora de Orçamento da Câmara Patrícia Duboc. A especialista contou ter feito MBA sobre emendas e, mesmo sendo da área, teve dificuldades para ter acesso a informações. "As emendas ficavam misturadas e era difícil saber de quem era", disse.


Coordenadoria de Comunicação Social

CIDADE

Para onde caminha o Clube SESI/SOBRADINHO

(*)Tarcísio Pádua

Em 18 de dezembro do ano de 2015, ofício assinado pelo superintendente do SESI/DR/DF e pelo diretor da Unidade do SESI/SENAI Sobradinho, informava aos usuários daquele Clube de Serviço que "o produto Atividade Recreativa de Final de Semana" sofreria descontinuidade a partir do início do exercício de 2016, de forma que os aludidos serviços não mais seriam oferecidos. E assim foi feito, nenhuma espécie de atividade recreativa teve mais lugar naquele local. Ficando o clube entregue às moscas, seja nos fins de semana, ou em qualquer feriado.

Para piorar as coisas, teve início no segundo semestre de 2016, as obras para recuperação das piscinas de uso das práticas de natação e hidroginástica, atividades com centenas de alunos matriculados. A obra, cujo prazo de entrega era 6 de maio do ano corrente, foi orçada em R$ 414.639,63, porém, até hoje não teve sua conclusão. O clube conta no momento com uma única piscina própria para hidro e o pessoal da natação ficou sem nenhuma atividade.

No ofício citado fala-se em cenário instável e a conjuntura econômica que assola o país, entre outras, para que tal atitude fosse tomada. O que não se explica é que o chamado "Sistema S" Sesc/Senai/Sesi se abastecem com contribuição obrigatória de até 2,5% sobre folhas de salários dos chamados industriários, isto é, sobrevivem com verbas de caráter sem público e sem nenhuma transparência com relação ao destino dos recursos auferidos. Para se ter uma ideia, apenas a poderosa FIESP leva sozinha a bagatela de R$ 16 bilhões anuais.


Por sua vez, repasses do SESI e do SENAI compõem a maior parte dos orçamentos das Federações Estaduais e da também poderosa Confederação Nacional da Indústria, a CNI. Pode-se dizer que os recursos são da sociedade, não dos dirigentes dessas instituições, que não raro se lançam em carreiras políticas e com casos evidentes de utilização dessa plataforma para promoção pessoal. Como não existe transparência, fica quase impossível saber-se de quanto são os salários das centenas de diretores, superintendentes, gerentes e outros mais, espalhados em suas unidades por todo este imenso Brasil.

(*) Fonte: Tarcísio Pádua / Jornalista & Blogueiro do aliastpadua.com.br - Foto: Divulgação

quinta-feira, 18 de maio de 2017

SOBRADINHO DE LUTO


CABO LUCIANO DEIXA LEGADOS DE HUMILDADE, PROFISSIONALISMO E BONDADE DENTRO E FORA DA PMDF.

(*) Ferreira Santos 

O Cabo Luciano Pereira foi e sempre será um profissional amado pela família e amigos, que soube com maestria e sensibilidade transformar a vida na arte de fazer o bem e deixa um legado de exemplo dentro e fora as fileiras da PMDF. Era pra ser mais uma tarde de sábado, (13/5) assim como tantas outras para o cabo Luciano Pereira dos Santos, 39 anos, familiares e amigos. Com sua moto, uma mochila de cor azul nas costas, trajando camiseta preta, calça jeans e tênis na cor vermelha o cabo da Policia Militar do DF, integrante da Rotam, uma das tropas de elite da PMDF, deixou para trás a cidade onde mora com destino a Aparecida de Goiânia, na bagagem a intenção de praticar de servir ao participar de um evento de capoeira, uma das suas paixões, que costumava ensinar a crianças carentes, em projetos comunitários na cidade de Sobradinho.

Uma tarde vivenciada por cenas que ficarão para sempre, marcadas nas mentes daqueles que conviveram com um ser humanos excepcional, colocado por Deus na terra, assim era o cabo Luciano Pereira, sua missão chegou ao fim, mas o legado de amor e dedicação à família, de humildade e bondade, servirá como exemplo para aqueles que o admiravam e conviveram com ele.

Porém o destino quis que o homem de coração generoso, de sorriso fácil, amor pela vida, brincalhão e acima de tudo amado e idolatrado pela família, e por uma legião de amigos, fizesse mais uma parada em um comércio, onde compraria créditos para o celular, uma ligação, confirmaria o endereço onde o evento de capoeira seria realizado. Depois da parada, a dor dos irmãos de farda, que horas depois resgatariam o corpo inerte para o DF, em um comboio formado por barcas da Rotam, Bope e Patamo. O filho, pai, esposo, irmão, amigo e profissional exemplar, cabo Luciano Pereira estava morto.


Uma parada que silenciou os berimbaus, a voz e pais, luto eterno no coração da família, esposa, filhas, mãe, irmãos, amigos de farda e das rondas de capoeira. Os tiros que sairão da arma que estava nas mãos de dois adolescentes infratores, manchadas pelo crime, também atingiram em cheio sonhos de pessoas carentes, que tinham na pessoa do Luciano Pereira, a esperança de uma vida melhor devido aos projetos sociais dos quais fazia parte o policial militar.

O cabo Luciano foi morto de forma covarde, sem direto a defesa, seus algozes, dois adolescentes, de 17 anos, ambos com diversas passagens, por essa justiça arcaica do nosso Brasil. Menores com passagens pelos mais variados atos criminosos, mas vagando livres nas ruas apagando sonhos, e destruindo vidas de trabalhadores, pais de famílias e pessoas do bem como era o cabo Luciano Pereira.

A notícia da morte do cabo Luciano se espalhou como um raio nas redes sociais e entrou na casa de milhares de pessoas, que o conhecia. A tristeza tomou conta de uma cidade, onde nasceu e viveu com a família, esposa e duas filhas. Os colegas de farda lamentam o ocorrido, um vazio no coração uma perda irreparável. As homenagens ao ser humano humilde, batalhador e que conquistou a todos pela forma alegre com que encarava a vida não param nas redes sociais, é a forma de dizerem muito obrigado e amenizarem a saudade do irmão de farda.

Os homens de fardas cinza Rotam, pretas do Bope e Patamo se misturaram aos demais policiais de todas as outras unidades da PMDF, juntos choraram a perda de um ser humanos digno de envergar a farda da PMDF e da Rotam. Muito mais que um policial militar, o cabo Luciano Pereira, era daquelas pessoas que bastava vê-lo uma vez para perceber o ser humano excepcional, ou encontra-lo dentro de uma barca da Rotam combatendo o bom combate ou no meio a uma roda de capoeira entre crianças carentes, adultos e nas ruas como presenciei diversas vezes na quadra central de Sobradinho nas manhãs de domingo.

Um homem simples de coração bondoso soube transformar a vida, na arte de servir e fazer o bem. Em uma de suas ações, conta que um garoto excepcional fazia aniversário, um grupo de capoeira estava fazendo uma homenagem ao garoto, o cabo Luciano Pereira estava de serviço, mesmo assim fez questão de ir até o local onde estava o garoto e entrar na roda de capoeira junto com ele, a farda parecia acompanhar com maestria os movimentos do cabo Luciano Pereira embalado pelos os movimentos. A habilitada de conquistar amigos e praticar o bem do cabo Luciano Pereira, era tão leve e envolvente, quanto os golpes e a dança usada nas rondas de capoeira.

A capoeira bailava e seus passos transmitia um grau de bondade de forma nunca vista.

Naquela fática tarde de sábado por volta das 16h40, disparos de arma de fogo deixarão marcas profundas no coração de cada pessoa, que teve contato com esse ser humano excepcional. Talvez a própria corporação não tenha dimensão do ser humano, do profissional que perdeu somente a família e os amigos têm essa dimensão justificada pela dor, mas acima de tudo pelo orgulho de ter feito parte da vida desse anjo da guarda chamado Luciano Pereira.

Os menores infratores autores do crime de latrocínio, um deles foi morto por um policial militar da reserva remunerada da PMGO, que estava no local e reagiu, o segundo menor infrator, também baleado, se encontra internado no Hugo - Hospital de Urgência de Goiânia, uma jovem funcionaria da padaria também atingida por disparos veio a óbito após ser socorrida.


O cabo Luciano Pereira, Foi sepultado sob a emoção das quase duas mil pessoas no cemitério de Sobradinho, na tarde de domingo. Familiares, amigos de farda de diversas unidades da PMDF, pessoas da comunidade e grupos de capoeira foram prestar suas últimas homenagens ao militar. Honras militares com salva de tiros, helicóptero da PMDF lançando pétalas de rosas e ao som dos berimbaus e músicas, das rodas de capoeira, fizeram parte da despedida.


A família informa aos familiares e amigos que a missa de sétimo dia do cabo Luciano Pereira, está marcada para o dia 19/5 às 19h, na Igreja Imaculada Conceição, localizada a quadra 13, área especial ao lado do campo de futebol da quadra 15, em Sobradinho DF.


(*) Por Ferreira Santos – Jornalista e blogueiro