Pesquise neste blog

sábado, 5 de agosto de 2017

ARTIGO por Olavo da Silva Aguiar

Alto Risco

Ser Senador pelo Distrito Federal é cargo de alto risco. Em pouco mais de 30 anos de emancipação política já tivemos 4 próceres: Luís Estevão, José Roberto Arruda, Joaquim Roriz, renunciou, ex-parlamentar Gim Argelo com gravíssimos problemas com a lei. Luís Estevão inaugurou a galeria dos caçados. Arruda se viu obrigado a renunciar, mais acabou conhecendo as dependências da Polícia Federal com abertura da Caixa de Pandora, e Joaquim Roriz renunciou e saiu da política com o título de ficha suja. Argelo suplente de Roriz não conseguiu se eleger, mais foi pego pela Lava-Jato, anos depois de festejar entre correligionários o primeiro bilhão conquistado com muito suor e trabalho, é verdade! Está pensando o que? Para ganhar dinheiro tem que trabalhar e muito. A prisão de Gim Argelo reforçou a opinião pública que a diligente, firme e porque não, corajosa postura do Juiz Sérgio Moro e sua equipe da Lava-Jato, deve ser reverenciada pela sociedade brasileira, pois é fato inédito em 500 anos de Brasil. Independentemente da crença política de cada um. A turma da primeira instância de Curitiba está expondo as entranhas dos políticos podres do Brasil e, talvez esse seja o único legado deste período de conturbação pelo qual passamos. É deplorável que a Presidente Dilma enquanto no poder, tenha adotado como um seu aliado preferencial a sombria figura de Gim Argelo com vários inquéritos no STF, e tenha indicado sem sucesso para ocupar cadeira de ministro, no TCU. Não fosse a operação Lava-Jato teríamos de esperar por mais alguns anos pela efetiva punição desse político que sempre enxovalhou a política de Brasília. Agora é contar que a Lava-Jato mande para a prisão tantos outros vilões políticos que estão soltos por aí. 
Pois transcenderam os limites do absurdo. O fato é que a Esplanada dos Ministérios virou palco das multidões tentando influenciar nas decisões futuras do nosso País. Até porque o povo não acredita mais nos poderes: Executivos, legislativo e judiciário. Acredita sim, numa Tríade Redentora, Remidora e Exemplar, empenhada em retirar das Instituições a podridão que afeta e contamina o Brasil. Portanto, nesse momento sombrio conclamamos a todos os brasileiros que enalteçamos essa Tríade, dádiva Divina. Ou seja, Polícia Federal, Ministério Público e a Justiça. Agora todas as acusações feitas ao Presidente Michel Temer se diluíram no éter infinito. Segundo a maioria do Deputados, foram apenas ilações, bravata, mentira, coisa infundada. Pois temer é cidadão íntegro. Falando nisso, onde foi parar a bendita mala com 500 mil reais? Gratifica-se bem a quem encontrá-la. Caba não meu Brasil!



Por Olavo da Silva Aguiar (foto), Poeta, Compositor , Escritor e Colaborador do Jornal de Sobradinho. Ref a 1ª quinzena de Agosto  - Edição nº 328 .

Nenhum comentário: