Pesquise neste blog

segunda-feira, 5 de junho de 2017

ENTREVISTA EXCLUSIVA



Uma Gestão Compartilhada e Comunitária

“Queremos recuperar alguns espaços que sempre foram tradicionais em nossa cidade e que infelizmente hoje não estão em boas condições”

Valter Soares Leite nasceu no Hospital Regional de Sobradinho, há 37 anos. Cresceu na quadra 18. Sua mãe, Maria Cícera, foi fundadora e primeira presidente da associação comunitária da quadra.
Valtinho possui formação em Gestão em Marketing.
Sua trajetória profissional começa no Hospital Regional de Sobradinho, onde trabalhou como auxiliar administrativo. Depois, esteve na Fundação Zerbini, atuando como agente comunitário de saúde.
Entre os anos 2007 e 2010, ocupou o cargo de Chefe de Gabinete da Administração Regional de Sobradinho II. Exerceu depois a mesma função na Administração Regional do Sudoeste/Octogonal, entre 2011 e 2013. Foi também responsável pela ouvidoria da Defesa Civil. Em 2016, ocupou cargo de assessoria técnica na CODHAB, com grande atuação na regularização fundiária em áreas de baixa renda.
É administrador de Sobradinho desde o dia 17 de abril de 2017.

JS- Qual sua memória afetiva de Sobradinho?

VSL-Minha mais doce lembrança é do início da quadra 18. Chegamos pra morar lá no início dos anos 80 e eu era muito criança foram naquelas ruas que passei toda minha infância e minha adolescência também.

JS-Como você recebeu o convite do Governador Rodrigo Rollemberg para Administrar Sobradinho 1?  O que ele te pediu?

VSL-Recebi depois de já estar no governo. Venho da Codhab onde estávamos fazendo um trabalho de escrituração em várias cidades do Distrito Federal. O governador me pediu pra fazer uma gestão compartilhada e comunitária e com a dificuldade e a falta de recursos nós estamos buscando essa parceria com outros órgãos e as entidades organizadas pra juntos melhorarmos a qualidade de vida da nossa população.

JS- Na sua opinião qual o maior problema de Sobradinho e que gostaria de dar a devida solução em sua gestão?

VSL-Assim como em outros lugares, a cidade tem várias demandas que gostaríamos de resolver. Mas queremos recuperar alguns espaços que sempre foram tradicionais em nossa cidade e que infelizmente hoje não estão em boas condições. Como por exemplo, o complexo esportivo da quadra 6 e a Casa do Ribeirão. Além de vários outros, devolvendo para comunidade os projetos sociais que existiam e acrescentando outras iniciativas pra preservação dos mesmos pois fazem parte da memória e história de todos nós. Enfim, problemas são muitos mas iremos dar atenção a todos sempre ouvindo a comunidade e tomando as decisões em compartilhamento com ela.

JS-No seu planejamento e do GDF, quais ações deverão ter prioridades nesse corrente ano de 2017 em Sobradinho I?

VSL-Acredito que agora começaremos a investir em obras de infraestrutura. Pois, passamos por um momento de dificuldades nesses dois primeiros anos, tivemos que cortar gastos, pagar contas atrasadas com fornecedores e empresas pra manter os serviços públicos em funcionamento, enfim, foi o período de arrumar a casa e agora, com muita tranquilidade e transparência vamos começar algumas obras que são importantes pra nossa cidade. Posso dar como exemplo, o rebaixamento do teto da nossa  feira permanente e o forro na praça de alimentação da mesma. Conclusão da pista de bicicross na quadra 2 inclusive com iluminação entre outras coisas que irão melhorar a nossa qualidade de vida.


JS-Uma das maiores demandas comunitárias é o pedido da Recuperação da malha asfáltica de Sobradinho, bem com uma melhor Sinalização e Limpeza, o que você tem a dizer sobre isso?

VSL-Já começamos o processo de limpeza da nossa Cidade. Este mês que passou, tivemos o programa Cidades Limpas em Sobradinho no calendário das nossas festividades de aniversário da cidade. Foram feitas várias ações envolvendo vários órgãos e áreas do governo trabalhando em conjunto pra melhorar demandas que eram muito pontuais como: a operação tapa buracos; a limpeza das nossas faixas verdes; podas de árvores; a iluminação de becos; a pintura das faixas de  pedestres; de quebra molas e também de meios-fios. Foram diversos serviços acontecendo ao mesmo tempo e que agora daremos continuidade pra manter nossa Cidade limpa, sinalizada e principalmente organizada com a ajuda da nossa comunidade.





JS- A preservação do Ribeirão de Sobradinho é uma realidade, como a Administração Regional poderá contribuir a curto prazo?

VSL-Sim. E é também uma das nossas prioridades nesse tempo de gestão. Inclusive já começamos através da Adasa que já assinou a ordem de serviço e contratou uma empresa, para que ela comece o trabalho científico com o objetivo de identificar os problemas e dar o diagnóstico do que precisa ser feito pra realizarmos de fato a revitalização do nosso querido Ribeirão Sobradinho que é tão importante pra nós hoje e pro futuro das próximas gerações. Se conseguirmos evoluir e deixar esse trabalho bem encaminhado para as próximas gestões será apenas questão de tempo pra que enfim possamos devolver essa riqueza pra nossa Cidade.
  

JS-Quais ações para Setor de Mansões?

VSL-A principal é discutir a regularização e a poligonal dessa região. Muito se fala de quem seria a responsabilidade de toda essa área, então com a definição do PDOT e as definições de poligonais a gente vai poder contribuir muito mais pro desenvolvimento da região. Porém, acreditamos que além de ajudar na manutenção dos serviços no setor de mansões a grande prioridade hoje é a processo de regularização fundiária.

JS-Regularização dos condomínios o que tem de novo?

VSL-O que temos de novidade é o decreto do governador que versa sobre a autorização e os critérios que serão usados para a venda direta dos terrenos aos seus proprietários. Com isso, vamos resolver de vez a questão fundiária desses condomínios.

JS-Como será a parceria com Cel. Charles Magalhães? Haverá ações conjuntas?

VSL-Sim, várias inclusive. Nossas máquinas e equipamentos são compartilhados. Estamos trabalhando em conjunto nas demandas mais pontuais da região como um todo sem vaidade, mostrando que além dos nossos interesses existe uma Cidade que pulsa por melhorias e juntos podemos fazer mais do que separados. Vejo na pessoa do Coronel Charles,  um grande gestor capacitado e experiente, então essas qualidades aliadas a nossa parceria só quem ganha é a nossa região como um todo.

JS-A AMPES está objetivando uma nova área atrás do Setor de Expansão Econômica de Sobradinho para atender aos empresários da cidade. O que a Administração poderá fazer a curto prazo para somar nessa demanda?

VSL-Já estamos juntos desde que assumimos nossa gestão, nos colocamos a disposição do Pimentel e do Jovair pra somar forças nessa caminhada, que é de suma importância pro desenvolvimento da região e para geração de emprego e renda que tanto precisamos nos dias de hoje.

JS-O que você gostaria de dizer aos moradores de Sobradinho?

VSL-Que vejam nossa gestão como uma grande parceira. Que me tenham como alguém que nasceu e cresceu nessas ruas, estudou sempre em nossas escolas públicas, e tem uma grande honra de poder administrar a cidade do qual é apaixonado. Que sempre lutou por melhorias e agora mais do  nunca irei trabalhar de forma incansável pra atender os anseios dos nossos moradores.

CARTA DO LEITOR

 Mau cheiro – Professora Renata Assunção

Um dos incômodos dos moradores de alguns conjuntos das quadras 1 e 2 de Sobradinho é o mau cheiro que sai tanto do córrego quanto do Lixão, localizado às margens da BR. Nos dois locais é possível sentir o forte odor, como relata a moradora e professora da quadra 1, Renata Assunção, de 29 anos. “Eu moro aqui, mas meus pais na quadra 2. Quando o mau cheiro aqui está insuportável vou para a casa deles. Mas como lá é próximo do Lixão, também fede muito. Temos de ficar com a janela fechada o tempo todo. É preciso que a administração tome alguma providência”.

VSL-Já estamos cientes dessa realidade. E providenciando para que o lixo e entulho recolhido na vá direto pra Estrutural,  acabando com o transtorno aqui na cidade.

Por Junior Nobre/JS e Bruna Nascimento/ASCOM - Administração Regional de Sobradinho I - Foto Divulgação - Exclusiva para o Blog Diário &  Edição Impressa nº 324 do JS referente a primeira quinzena de junho de 2017.  

Nenhum comentário: