Pesquise neste blog

Secretaria de Estado da Casa Civil - DF

sábado, 30 de julho de 2016

BOLETIM DE OCORRÊNCIAS DA REGIÃO NORTE DO DF / SOBRADINHO


(*) Claudio Martins

GTOP-33 RECUPERA MOTOCICLETA FURTADA, ANTES DE O PROPRIETÁRIO SABER QUE LADRÕES HAVIAM LEVADO SEU VEÍCULO.

 
Por volta das 23h30 de sexta-feira, 29/07, policiais militares do Grupo Tático Operacional de Sobradinho apreenderam um motocicleta, produto de furto, na DF 440, em Nova Colina.
 

A equipe do GTOP-33 Bravo, composta pelo sargento Alcino, cabos Ibernon, Pericles e soldado Claudio Ribeiro, realizava patrulhamento na DF 440, quando deparou com uma motocicleta parada às margens da via e suspeitaram da situação.

 
Os policiais verificaram a placa da motocicleta e não constava com produto de roubo/furto, porém a equipe solicitou o telefone do proprietário via CIADe e ao conversar com o cidadão, ele disse que sua motocicleta estava em sua residência e que já estava dormindo.
 

A equipe disse ao cidadão que estava com a sua motocicleta parada às margens da DF 440 e o cidadão não acreditou, porém ao constatar que a sua motocicleta não estava em sua garagem, ficou surpreso e muito satisfeito com o trabalho dos policiais militares. A motocicleta foi conduzida à 13ª Delegacia de Polícia e restituída ao proprietário.

 
GTOP-33 APREENDE JOVENS DE 14 E 16 ANOS COM CARRO ROUBADO E ARMA DE FOGO NA VILA BASEVI, EM SOBRADINHO II.


Por volta das 21h30 de sexta-feira, 29/07, policiais militares do Grupo Tático Operacional de Sobradinho apreenderam dois jovens, com idades de 14 e 16 anos, por roubo de veículo com emprego de arma de fogo. Com os menores foi apreendido um veículo produto de roubo e duas armas, uma garrucha de fabricação caseira, calibre 38 e um simulacro de arma de fogo.
 

A equipe Alfa do GTOP-33, composta pelo subtenente Valtencir, sargento Carneiro, soldados Valverde e Alisson Souza, realizava patrulhamento em Sobradinho II, quando recebeu uma informação de roubo a um veículo Fiat Punto, de cor cinza, no Setor de Mansões, em frente à Madeireira Campista, por dois jovens armados com duas armas e que na Vila Basevi, no Lago Oeste, um veículo nas mesmas características do veículo roubado, teria se chocado com o muro de uma residência e dois jovens teriam saído correndo do veículo.

 
Os policiais deslocaram até o endereço e depararam com o veículo, produto de roubo, abandonado, batido no muro, e durante patrulhamento abordaram um jovem com uma blusa de frio enrolada em uma das mãos. Durante a revista foi apreendida uma arma de fogo, tipo garrucha, de fabricação caseira, calibre 38, com uma munição intacta, enrolado na camisa de frio.

 
O menor confessou o crime de roubo e indicou o seu comparsa, bem como um simulacro de arma de fogo, que estava escondido no meio do mato. Os dois adolescentes foram apreendidos, encaminhados à DCA e reconhecidos pela vítima de roubo. Eles foram autuados em flagrante pelo ato infracional análogo ao crime de roubo a veículo com emprego de arma de fogo.

GTOP-33 APRENDE MENORES POR ROUBO A TRANSEUNTE EM SOBRADINHO.

 Por volta das 0h30 de sexta-feira, 29/07, policiais militares do Grupo Tático Operacional de Sobradinho apreenderam dois menores de idade pelo ato infracional análogo ao crime de roubo a transeunte.
 

As equipes de GTOP-33 realizavam patrulhamento na Avenida Contorno de Sobradinho quando receberam uma informação de um roubo a transeunte. Com as características dos suspeitos os policiais realizaram patrulhamento e lograram êxito em apreender um dos suspeitos. O indivíduo foi reconhecido pela a vítima e indicou o endereço do seu comparsa.
 

Diante da informação o outro suspeito, também menor de idade, foi apreendido e reconhecido pela vítima e roubo. Os dois menores foram conduzidos à DCA e autuados pelo ato infracional análogo ao crime de roubo a transeunte.

 
(*) Fonte: Claudio Martins/Blog Informativo Flagrante

sexta-feira, 29 de julho de 2016

SAIU NO DIÁRIO OFICIAL DO DISTRITO FEDERAL...


Regularização de parcelamentos no Setor Habitacional Boa Vista é oficializada

O residencial Morada dos Nobres é um dos três locais que teve a aprovação do projeto urbanístico formalizada no último dia (27/7) por meio de decretos assinados pelo governador Rodrigo Rollemberg

Quatro parcelamentos no Setor Habitacional Boa Vista, em Sobradinho, tiveram seus projetos urbanísticos de regularização aprovados: Morada dos Nobres, Império dos Nobres (etapas 1 e 2, referentes às áreas comercial e residencial) e Recanto Real. A decisão foi oficializada em quatro decretos assinados pelo Governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, e publicados dia (27/7) no Diário Oficial do Distrito Federal.

Residencial Morada dos Nobres, no Setor Habitacional Boa Vista, em Sobradinho.


De acordo com a Secretaria de Gestão do Território e Habitação, serão beneficiadas as cerca de 2,5 mil pessoas que vivem nos 744 lotes contemplados pela decisão. O próximo passo, a cargo da empresa detentora do imóvel onde estão os parcelamentos — a Urbanizadora Paranoazinho —, é fazer o registro em cartório, última fase antes da entrega das escrituras aos moradores.

Com a assinatura do decreto, a instituição privada tem até 180 dias para fazer o registro. “Enquanto isso, vamos aprovar projetos de complementação da infraestrutura, que devem ser executados em até quatro anos”, explica a coordenadora de Urbanismo da Central de Aprovação de Projetos, da secretaria, Tereza Lodder. De acordo com ela, as áreas em questão já contam com serviços básicos, como iluminação e abastecimento, mas precisam de obras de drenagem principalmente. A pasta ainda deve aprovar um cronograma físico-financeiro, documento exigido para o registro cartorial.

Outros quatro residenciais do setor — Bianca, Nosso Lar, Pôr do Sol e Vivendas Serranas — tiveram os projetos aprovados pelo Conselho de Planejamento Territorial e Urbano (Conplan) em junho e aguardam a assinatura que oficializará o processo de regularização.

De acordo com a Secretaria de Gestão do Território e Habitação, os sete parcelamentos totalizam 1.011 lotes e cerca de 3,5 mil beneficiados.

O Setor Habitacional Boa Vista tem 596,3876 hectares de área total. A Urbanizadora Paranoazinho detém 313,0918 hectares do imóvel onde estão os sete parcelamentos. Estes correspondem a 88,8198 hectares — 28,37% da área total. O restante é formado por lotes da Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap), por área pública destinada a equipamentos de segurança e educação e por outros condomínios que ainda passam por análise fundiária.

Projetos urbanísticos aprovados em 2015

 
Os decretos que regulamentam os parcelamentos do Setor Habitacional Boa Vista são os primeiros publicados em 2016. Em 2015, pelo menos 50 mil pessoas foram beneficiadas com a aprovação de 14 projetos urbanísticos de parcelamento do solo pelo Conplan.

Destes, foram oficializados por decreto o parcelamento de solo do núcleo urbano do Paranoá; o Condomínio Solar de Brasília (Quadras I, II e III, no Jardim Botânico; e IV, no Paranoá); o Trecho 1 de Vicente Pires; e a Área Especial Saia Velha, no Polo JK, em Santa Maria. Os demais ainda passam por análise.

Dois parcelamentos no Setor Habitacional Grande Colorado, em Sobradinho, já foram registrados em cartório. Os moradores do condomínio Vivendas Friburgo já receberam as escrituras e o do residencial Mansões Colorado estão em fase de recebimento.

A regularização dos parcelamentos é um dos pilares do Habita Brasília, o novo programa habitacional da capital do País. Os outros dois são o combate à grilagem e ao uso indevido de terras; e a oferta de unidades habitacionais.

(*) Fonte: GABRIELA MOLL - EDIÇÃO: RAQUEL FLORES- Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

Saúde ganha 108 profissionais para as UPAs de Ceilândia e de Sobradinho



Eles fazem parte dos 139 nomeados em 27 de junho. São médicos, farmacêuticos e técnicos
 
Cento e oito profissionais da Saúde foram empossados, 61 deles na quarta-feira (27). Eles fazem parte dos 139 nomeados em 27 de junho. São 18 enfermeiros, três farmacêuticos bioquímicos, oito médicos – seis de clínica médica e dois pediatras – e 79 técnicos – 56 de enfermagem, 15 administrativos, quatro em laboratório (patologia clínica) e quatro em radiologia.
 
Posse de 108 profissionais de saúde ocorreu nessa quarta-feira (27).

 Depois da posse, os profissionais têm cinco dias úteis para entrar em exercício — 64 já o fizeram. Eles serão lotados nas unidades de pronto-atendimento (UPAs) de Ceilândia e de Sobradinho para suprir as vagas deixadas pelos profissionais de contrato temporário.
 

Expectativa dos profissionais recém-empossados

 
Entre os empossados na quarta-feira (27) está Daiana Bettanin, de 28 anos. Ela integra o grupo de técnicos em enfermagem. “Pretendo desenvolver um bom trabalho na secretaria, fazer a diferença”, disse, durante o ato de posse. Aline Fernanda Fontinele, de 26 anos, passou para os cargos de enfermeira e de técnico de enfermagem, e foi chamada, até o momento, para esse último. “Mesmo que eu seja nomeada depois para enfermeira, o aprendizado vai ser muito grande como técnica”, afirmou.
 
Fonte: Samira Pádua e Guilherme Pera, Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

Moradores de Sobradinho poderão propor melhorias para a região administrativa


 

No sábado (30), a administração regional promoverá reunião para tirar dúvidas sobre o Mutirão da Cidadania e uma ouvidoria itinerante, previstos para ocorrer em agosto


Ao contrário do informado pela Administração Regional de Sobradinho, a Novacap ainda não definiu se a ouvidoria itinerante percorrerá escolas públicas. Além disso, a companhia estará na região administrativa de 8 a 12 de agosto — e não de 1º a 8 de agosto.
 

Limpeza de boca de lobo, poda de árvores, lavagem de espaços públicos e operações tapa-buracos são alguns dos serviços que o Mutirão da Cidadania fará nas regiões centrais de Sobradinho entre os dias 1º e 8 de agosto. O projeto é uma parceria com vários órgãos do governo do Distrito Federal, como Companhia Energética de Brasília (CEB), Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), Agência de Fiscalização do DF (Agefis), Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF).

 
De 8 a 12 de agosto, uma ouvidoria itinerante vai receber da população sugestões específicas de melhorias nas 18 quadras da região. Com base nessas contribuições, a administração regional pretende fazer outro mutirão, ainda em agosto, para atender aos pedidos mais urgentes de cada quadra de Sobradinho.

 
Para esclarecer as dúvidas dos moradores sobre os mutirões e o serviço de ouvidoria, a administração regional fará uma reunião no Ginásio de Esportes de Sobradinho, ao lado da rodoviária, no sábado (30), com a administradora regional Jane Klébia.
 
SERVIÇO
 
Reunião com a Administração Regional de Sobradinho sobre o Mutirão da Cidadania

Em 30 de julho (sábado)

Às 9h30

No Ginásio de Esportes de Sobradinho — Setor Esportivo, Quadra 2, Conjunto E6

ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE SOBRADINHO AGEFIS (AGÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO DO DF) CAESB (COMPANHIA DE SANEAMENTO AMBIENTAL DO DISTRITO FEDERAL) CEB (COMPANHIA ENERGÉTICA DE BRASÍLIA) MUTIRÃO DA CIDADANIA NOVACAP (COMPANHIA URBANIZADORA DA NOVA CAPITAL DO BRASIL) E DETRAN-DF (DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DO DISTRITO FEDERAL) OUVIDORIA NAS ESCOLAS PÚBLICAS DE SOBRADINHO

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Arigatô, CIL: curso de Japonês abre diversas oportunidades aos estudantes da rede pública


(*)  Fernando Jordão 

Desde que o curso começou a ser ofertado, em 2011, vários alunos ganharam a chance de conhecer o Japão; Ingrid Oliveira dos Santos, do CIL de Sobradinho, está no país asiático para uma visita cultural com tudo pago

 
As relações entre Brasil e Japão são muito antigas. Em 1908, o navio Kasato Maru trouxe os primeiros imigrantes japoneses para o nosso país. Anos depois – sobretudo com o advento da internet – essa ligação ficou ainda mais forte, com a cultura da Terra do Sol Nascente conquistando os jovens sul-americanos. Fã de mangás e animes, Ingrid Oliveira dos Santos é uma dessas jovens. Agora, graças a uma bolsa oferecida pela Fundação Japão, a aluna da rede pública terá a oportunidade de fazer o caminho inverso do Kasato Maru e conhecer a terra pela qual é apaixonada.
 

Ingrid, que estuda Japonês no Centro Interescolar de Línguas (CIL) de Sobradinho, foi uma das três brasileiras selecionadas para participar do projeto Viagem Cultural ao Japão. “Tive que fazer uma redação em japonês, dizendo por que eu queria participar do programa. Em seguida, fiz uma entrevista por telefone com professores da Fundação Japão – SP. Eles me avaliaram e mandaram a avaliação para o Governo Japonês, pois é ele que disponibiliza o resultado final, de aprovação ou reprovação”, explica.

 
A jovem, que acaba de completar 18 anos, embarcou para o Japão no último dia 14. No país, ela ficará na província de Osaka, onde visitará pontos turísticos, históricos e culturais, assistirá a palestras e se hospedará na casa de moradores locais. Também estão previstas visitações às cidades de Hiroshima e Kyoto. Ingrid não esconde a ansiedade para esta que é sua primeira viagem internacional. “O nervosismo faz parte da minha rotina desde que soube que fui contemplada. Mas estou tentando manter a concentração, pois se cheguei até aqui, é porque sou capaz de estar onde estou. Todos que conheço confiam na minha capacidade e torcem muito por mim, então só fazer valer a pena a esperança que depositaram em mim”, afirma.

 
Além de Ingrid, outros três estudantes de Japonês do CIL de Sobradinho também já ganharam bolsas para conhecer o Japão. Visitar o país, aliás, é uma das muitas possibilidades que o aprendizado dessa língua oferece. “Essa oportunidade é para a Ingrid a realização do sonho de conhecer o Japão, mas também é só o começo. Existe um grande número de oportunidades para se estudar lá. Nesse sentido, o governo japonês é bastante generoso e oferece anualmente bolsas escolares para graduação, escola técnica, mestrado, entre outros. A embaixada também é bastante solícita, sensível e aberta. Somado a isso, existe o curso de graduação em língua e literatura japonesa ofertado pela UnB. Os caminhos do futuro da Ingrid estão se abrindo, e não só os dela, mas de todos alunos que optarem por estudar o japonês”, detalha o professor do idioma no CIL de Sobradinho, Daniel Machado que também morou no país asiático para participar de um treinamento ofertado pela Embaixada.
 
Para a Fundação Japão – que oferece a visita cultural -, o programa é, de fato, um incentivo para os estudantes de língua japonesa. “Nós realizamos esse projeto desde 2001 e o resultado que nós vemos é uma maior motivação. Hoje, alguns alunos já entram no curso por saberem que têm a possibilidade de fazerem essa visita”, celebra Mayumi Yoshikawa, professora da instituição.


O curso


As aulas de Japonês começaram a ser ofertadas no CIL em 2011. Atualmente, o idioma está disponível em cinco unidades: Taguatinga, Gama, Sobradinho, Ceilândia e Recanto das Emas. Ao todo, 658 estudantes são atendidos e, de acordo com coordenador pedagógico central dos Centros Interescolares de Línguas, Ivo Marçal, a procura por vagas é ainda maior do que esse número. Tanto que a Secretaria de Educação pretende ampliar a oferta, disponibilizando o idioma em todas as unidades do CIL.


Na avaliação do coordenador, a alta demanda se deve ao interesse dos jovens pela cultura japonesa, assim como aconteceu com Ingrid e também com seu professor, Daniel. “Essa cultura dos desenhos animados, dos Otakus, dos Mangás, até dos jogos eletrônicos está muito disseminada. E nos CILs – não só no Japonês, mas em todas as línguas -, o ensino do idioma está sempre conectado com o ensino da cultura. Não tem como você desvencilhar uma coisa da outra”, explica Ivo.

 
O coordenador reforça ainda que, para os alunos, o aprendizado da língua japonesa pode abrir várias portas. Entre elas, as do próprio CIL. Ele mesmo decidiu tornar-se professor depois de ter estudado em uma unidade do centro de línguas e acredita que muitos estudantes optam por trilhar esse caminho. “Numa época em que muita gente não quer ser professor, você ver uma escola que estimula os alunos a seguirem essa profissão é algo muito interessante”, opina.
 

No futuro, Ingrid será uma dessas pessoas que, depois de formadas, voltou ao CIL na condição de professor. “Eu pretendo fazer uma graduação em Letras – Japonês. Sou realmente apaixonada pela língua e pela cultura japonesa. Quero poder dar aula e proporcionar a outras pessoas tudo que me foi proporcionado com esse curso”, finaliza a estudante.
 

Foto: Tiago Oliveira / Ascom SEDF

VEM AÍ: Estreia da peça Trinta gatos e um cão envenenado, de Geraldo Lima

(*) Geraldo Lima é Escritor, Poeta, Dramaturgo, Professor e Colaborador do Jornal de Sobradinho

CIDADE: Leonardo Gadelha visita unidades do INSS



 
O presidente do INSS, Leonardo Gadelha, conheceu, dia (26), as dependências do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS), da gerência-executiva do Instituto no DF e da Superintendência Regional Norte Centro-Oeste, onde se apresentou a servidores lotados em Brasília (DF). Agenda na capital iniciou uma série de encontros que o gestor realizará nas cinco regiões do país.


Em todas as oportunidades, Gadelha afirmou a sua intenção de construir soluções conjuntas e participativas, além de um planejamento de médio e longo prazo.  “A Previdência está chegando ao marco dos 100 anos e, independente de eu estar à frente da Instituição nesta data, quero deixar um caminho traçado. É muito importante pensar em continuidade”, disse, enfatizando sua função de facilitador do processo de desenvolvimento institucional.


Além de investir em novas tecnologias, que agilizem e aprimorem os processos de atendimento, o presidente também se comprometeu a manter o olhar voltado para as “dificuldades da ponta”, referindo-se aos problemas enfrentados no dia a dia pelas unidades de atendimento, e a valorizar os servidores, por exemplo, por meio de capacitação. “Sem promessas levianas”, destacou.


Gadelha fez questão de ressaltar o encanto pela realidade que encontrou: “É um paradoxo como a sociedade ainda enxerga o órgão! A imagem construída não condiz. Eu sei que tem um descompasso com a mídia, mas o desafio é mostrar o que estamos fazendo”.

 
No período da tarde (26), o presidente conheceu a Agência da Previdência Social (APS) de Sobradinho (DF), com o objetivo de conhecer o projeto de reconhecimento biométrico facial, que está sendo testado  em três unidades do INSS e, junto com representantes da Dataprev e da empresa fornecedora do software em teste, refletiu sobre como as novas tecnologias poderiam ser integradas aos demais sistemas da Casa.

Na ocasião, Gadelha também conversou com segurados e servidores e conheceu as instalações da unidade de atendimento.

 Conselho – CRPS

O Presidente do Conselho, André Veras, apresentou o histórico de trabalho, ressaltando o cuidado com a digitalização dos processos e a grande resolutividade dos casos de recursos que buscam soluções na via administrativa.

Além de futuros encontros, Gadelha e Veras fizeram planos para um trabalho de conscientização da importância do CRPS junto ao Judiciário; a continuidade de interlocução com entidades parceiras; e a necessidade de maior conhecimento pela sociedade desta possibilidade de questionamento das decisões do INSS por meio de uma divulgação mais efetiva.
MaisPB

quarta-feira, 27 de julho de 2016

REGULARIZAÇÃO CONDOMINIAL


DODF de hoje p. 35, seção I, quatro condomínios na Região de Sobradinho tiveram seus projetos urbanísticos aprovados!


(*) Recanto Real

(*) Império dos Nobres – Etapa 1

(*) Império dos Nobres - Etapa 2

(*) Morada dos Nobres
 

 
(*) BREVE MAIS INFORMAÇÕES!

terça-feira, 26 de julho de 2016

Campanha "Energia Elétrica não é Brincadeira" visita escola pública em Sobradinho II

 



A CEB Distribuição esteve no Centro de Ensino Fundamental 07, de Sobradinho II, para levar a campanha “Energia Elétrica não é Brincadeira”. Sessenta alunos da escola assistiram, no dia 06/07, à palestra educativa sobre segurança na rede elétrica. O objetivo é incluir o público jovem no processo de socialização de informações de segurança com energia elétrica, tornando-os reeditores da campanha em suas comunidades.

“A visita dos técnicos chamou a atenção das crianças, quebrando um pouco a rotina dos alunos e passando informações relevantes de forma diferente, atrativa. A palestra foi muito importante para eles e para a escola”, afirma a Diretora da escola, Eline Reis Bastos.

A CEB-D está realizando a campanha durante todo o mês de julho para orientar os moradores do Distrito Federal sobre os cuidados para evitar acidentes, principalmente com as redes de distribuição. Entre os alertas da campanha, estão os perigos de fazer gambiarras, montar andaimes e antenas próximas à rede elétrica, jogar e tentar retirar objetos na rede, utilizar postes como suporte para adereços, entre outros. Apesar de o trabalho da CEB-D ser relacionado somente às redes de energia elétrica nas ruas, a campanha também chama a atenção para algumas situações dentro do ambiente doméstico em que a interação com a eletricidade pode ser perigosa para o consumidor.

Quatrocentos mil folders foram produzidos para o público jovem e estão disponíveis nas Agências da CEB-D e postos de atendimento da CEB nos Na Hora. Mais de 170 mil já foram distribuídos, prioritariamente, para alunos do 5º ao 9º das escolas pública do DF.

Outro material da campanha são quatro vídeos, interpretados pela companhia brasiliense de teatro G7, que podem ser assistidos e compartilhados por pessoas de todas as idades. O G7 traz situações cotidianas que podem levar a acidentes graves e até fatais. No entanto, os temas são tratados de forma descontraída e sempre com uma lição importante. Com cerca de um minuto cada, a produção está disponível no site e nas páginas da empresa nas redes sociais.

Entre os anos de 2009 e 2016, a CEB Distribuição S.A (CEB-DIS) registrou 58 acidentes de pessoas com a rede elétrica no Distrito Federal que resultaram em 34 vítimas fatais. Em 2016, ocorreram dois acidentes, um fatal.

EDITORIAL


 Concurso público para político já!

 

(*) Júnior Nobre

 

Dá nojo abrir jornais, sites e redes sociais diariamente e ver tanta corrupção. Realmente hoje tenho a certeza de que nosso modelo político atual vigente no Brasil faliu de vez! Veja que diante de trinta e tantos partidos um ou dois configura alguma plataforma política, talvez aqueles mais radicais tipo da causa operária ou comunistas e tal, enfim, não vou entrar diretamente nessa seara, mas vamos olhar para outros países com democracia onde só tem 2 dois partidos políticos o da direita e o da esquerda e assim se revezam no poder. Acredito que nosso problema vem de berço, onde muitos pais ainda ensinam seus filhos a burlar o que é certo, obtenção de vantagens indevidas, levar a melhor sobre seu oponente sem esforço, competição extrema e etc e tal e a sociedade boa parte dela já contaminada impõe as regras desse “jogo”. Quando observo na mídia o termômetro da corrupção tenho a certeza de que o processo político já era e a formação de caráter do ser humano mais ainda.

Sugestão 

Particularmente sou a favor do concurso público inclusive pra político. A sazonalidade válida apenas para 4 ou 5 anos seria o bom tom para novos quadros na política brasileira. O Ingresso através do concurso público seria uma forma de acabar primeiramente com esse “caixa partidário, caixa 2, com apadrinhamentos, promessas de empregos e com o analfabetismo funcional”, objetivando apenas o gestor aprovado, não estar mais refém de venda de facilidades para qualquer “político, empresário ou profissional liberal“ corrupto.  A fiscalização teria que ser técnica e mais ainda, se quiser se reeleger haveria de passar por novo concurso. A avaliação do candidato aprovado nas primeiras provas seguiria para um segundo momento de sabatina pública através dos debates televisivos no qual a população brasileira é que votaria através de todo e qualquer meio tecnológico pela consolidação do postulante ao cargo.
 
Hora de repensar nosso futuro político!
 
(*) Júnior Nobre – Jornalista Profissional MT 1518, Gestor Comercial da Editora Sobradinho Notícias LTDA e Diretor do Jornal de Sobradinho há 26 anos.

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Liberada a primeira vacina que protege da dengue no Brasil

Com preço definido, vacina contra a dengue poderá ser vendida no Brasil

 

Governo Federal determinou preço de R$ 132,76 até R$ 138,53.
Não há previsão de distribuição nacional pelo SUS, segundo ministério. 

(*) Carolina Dantas e Mariana Lenharo do G1, em São Paulo
A Dengvaxia, primeira vacina contra a dengue disponível no Brasil, vai custar de R$ 132,76 a R$ 138,53, de acordo com alíquota de cada estado, segundo anunciou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta segunda-feira (25).
Área de cultura de vírus para produção de vacina contra dengue da Sanofi Pasteur (Foto: Sanofi Pasteur/Norbert Domy)
A partir de agora, ela poderá ser comprada por hospitais e clínicas particulares. O consumidor, no entanto, deverá desembolsar um valor adicional, que varia em cada estabelecimento, pela aplicação do produto, como explica a agência.
De acordo com o Ministério da Saúde, ainda não há uma previsão de compra para o Sistema Único de Saúde. Serão feitos estudos de custo para a distribuição nacional e, caso seja viável, a vacina poderá ser distribuída de graça aos pacientes. O estado do Paraná, no entanto, já anunciou que deverá comprar 500 mil doses da vacina.
A Dengvaxia é produzida pelo laboratório francês Sanofi Pasteur e é uma imunização recombinante tetravalente, para os quatro sorotipos existentes da doença. Ela poderá ser aplicada em pacientes de 9 anos a 45 anos, que deverão tomar três doses subcutâneas com intervalo de seis meses entre elas.

Roubos a residências crescem 50%; especialista dá dicas de segurança


 
 
Brasília é repleta de condomínios. Águas Claras, Sudoeste, Sobradinho, Cruzeiro, asas Sul e Norte, Vicente Pires, Park Sul e Lucio Costa, por exemplo, são praticamente completos de prédios fechados ou condomínios horizontais. Com o desenvolvimento de Brasília, é cada vez mais comum esse crescimento. Um fator negativo, porém, é que infelizmente as residências viraram alvo de bandidos e os roubos em casas cresceram assustadoramente nos últimos anos.
 
Dados da Secretaria de Segurança Pública do DF mostram no acumulado de janeiro a junho de 2016 foram registrados 468 roubos a residências em todo o Distrito Federal. Com isso, a média é de 78 roubos por mês e 2,6 casos por dia.
 
No mesmo período do ano passado foram 311 em seis meses. Assim, de um ano para outro o crescimento foi de 50,5%. Se avaliar apenas o mês de junho, em 2014 foram 47 casos, em 2015 52 e em 2016, 57.
 
O advogado especialista em administração condominial Aldo Júnior, conhecido como Dr. Condomínio, entende que os condomínios fechados estão empenhados em diminuir os índices, mas reconhece que precisa melhorar. “Nós gerentes de administração e condomínios precisamos ficar atentos a qualquer tipo de ação fora do normal, principalmente em períodos em que os moradores não estão em casa, que são quando acontecem furtos e roubos”, diz.
 
Ele declara que é importante estar atento a todas as situações. “Um visitante diferente, algum carro que entrou com os vidros fechados sem saber que está dentro, por exemplo, são itens que devemos observar – sempre. Todo cuidado é pouco”, explica o especialista.
 
E o problema se agrava e se estende para outras capitais. No Rio de Janeiro foram 533 roubos a residência em cinco meses. Uma média de 106 crimes por mês e 3,5 por dia. Janeiro foi o mês com mais casos, com 123 registros.
 
A Secretaria de Segurança de São Paulo não divulga os casos de roubos a residência no estado.
 
(*)

Prezz Comunicação

Terracap licita 157 imóveis no DF em julho

 
 
Licitação ocorre na próxima quinta-feira, 28. As ofertas contemplam 15 Regiões Administrativas do DF
 
No dia 28 de julho, a Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) realiza a quinta licitação de imóveis do ano. O evento ocorre na sede da empresa, a partir das 9h.   São terrenos comerciais, residenciais e também voltados para a indústria. 
 
Os imóveis estão distribuídos por Águas Claras, Brasília (SOF Norte  Asa Norte, Lago Sul e Lago Norte), Ceilândia, Gama, Guará,  Taquari, Paranoá, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Samambaia, Jardim Botânico, São Sebastião, Sobradinho e Taguatinga. O edital está disponível pelo site da Terracap, na sede da empresa, e nas agências do Banco de Brasília. A caução pode ser feita até dia 27 de julho.
 
Dentre os destaques estão 50 lotes residenciais na QE 54 do Guará. No edital passado, dos 35 imóveis ofertados, foram vendidos 32. O interesse se justifica pela boa localização dos lotes e por ser uma das últimas áreas residenciais do bairro. Três lotes residenciais no Centro de Atividades do Lago Norte e outros três no Taquari também chamam a atenção, assim como os seis imóveis localizados no Jardim Botânico. 
 
Quanto aos imóveis comerciais, os destaques estão em Águas Claras, Lago Sul, Paranoá, Sobradinho e também no Guará.
 
Os 157 itens em oferta no edital podem ser adquiridos à vista ou financiados de 180 a 240 meses, a partir de uma entrada de 5% do preço de aquisição.
 
 
Fonte: William Martins

BOLETIM DE OCORRÊNCIA DA REGIÃO NORTE DO DF - SOBRADINHO


TRAFICANTE É PRESO EM FLAGRANTE COM DROGAS EM SOBRADINHO
 

Por Wallace Ximenes/PMDF

 

Um homem foi preso por tráfico de drogas, por volta das 22h deste domingo (24), na quadra 15, conjunto A próximo ao campo de futebol, em Sobradinho.

Policiais do Grupo Tático Operacional 13º Batalhão faziam patrulhamento próximo à quadra de esporte quando visualizaram um homem saindo de dentro de uma guarita da administração.

Ao avistar a guarnição, o homem arremessou uma mochila para dentro de uma construção. Feita a busca pessoal, nada de ilícito foi encontrado, porém, dentro da mochila, os policiais encontraram os documentos do abordado, um celular, uma balança de precisão, alguns papelotes de substância aparentemente maconha, 256 reais em cédulas de pequeno valor.

O abordado confirmou que residia naquele local e que fazia a venda de drogas.

Diante dos fatos, o detido juntamente com os objetos foi conduzido à 13ª DP.

sábado, 23 de julho de 2016

Implosão de rocha causa novo bloqueio de trânsito no Torto-Colorado


Para a ação neste domingo (24), serão usadas 3,3 toneladas de explosivos — o triplo da primeira vez

(*) Jade Abreu

Neste domingo (24), o trânsito na saída norte de Brasília terá alterações pela segunda vez por causa da implosão de uma rocha na margem da via. Como ocorreu no domingo (17), a partir das 14h30, o trecho de 5,2 quilômetros entre o balão do Torto e o do Colorado ficará interditado até o fim da operação, prevista para durar uma hora.

Trabalhos de remoção de rocha na margem da via que liga o Torto ao Colorado continuam no domingo (24).


A detonação da rocha é necessária para as obras da Ligação Torto-Colorado e do Trevo de Triagem Norte, que devem desafogar o trânsito na região norte da capital, onde mais de 100 mil motoristas transitam diariamente.

Para chegar a Planaltina, a Sobradinho ou aos condomínios nas regiões, o motorista deverá contornar pelo Varjão, pelo Lago Norte e pelo Paranoá, sentido balão do Colorado. Essa é a principal rota alternativa.

Outros caminhos são possíveis, a depender da região administrativa de origem do condutor. Aquele que estiver em São Sebastião ou no Jardim Botânico, por exemplo, poderá passar pela barragem do Lago Paranoá, seguindo pelo Itapoã com sentido ao balão do Colorado.

A recomendação para quem estiver saindo de Brazlândia é pegar a DF-430 até a DF-001, que dá acesso ao balão. O trajeto inverso poderá ser feito pelos motoristas que saírem de Sobradinho ou de Planaltina.

Para implodir a rocha, serão usadas 3,3 toneladas de explosivos. O número é quase o triplo do que foi empregado na detonação de domingo (17), quando foi necessária 1,2 tonelada. De acordo com o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Henrique Luduvice, a primeira ação atingiu um terço da camada superficial da rocha — o objetivo é alcançar dois terços amanhã. “A implosão será maior, por isso precisamos reforçar os explosivos.”

O diretor afirma que o trabalho é controlado, pois são feitos estudos para reduzir o impacto sonoro e de resíduos. Para isso, coloca-se argila em cima da parte que será implodida. A rocha tem 100 metros de comprimento, 70 metros de largura e 8 metros de profundidade.
Obras do Trevo de Triagem Norte e da Ligação Torto-Colorado

São dez obras no Trevo de Triagem Norte, entre pontes, viadutos e túneis, feitas para distribuir o fluxo de veículos com destino ao Plano Piloto, levando ao Eixo Rodoviário Norte-Sul, à W3, aos Eixinhos Leste e Oeste e à L2. Somadas às passagens previstas na Ligação Torto-Colorado — construção de uma pista marginal à DF-003 e novos acessos aos condomínios —, serão 23 intervenções.

No total, as melhorias vão custar R$ 207 milhões — R$ 146 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), com R$ 51 milhões de contrapartida do governo de Brasília e R$ 10 milhões da Agência de Desenvolvimento do DF (Terracap).

A primeira parcela do financiamento do banco federal, de R$ 10 milhões, foi liberada em junho. Os repasses serão trimestrais, até o fim das obras — a do Trevo de Triagem Norte deve estar concluída em 24 meses e a da Ligação Torto-Colorado, em 17 meses.

Fonte:  JADE ABREU, edição:  MARINA MERCANTE, foto: Dênio Simões/Agência Brasília