Pesquise neste blog

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

SEGURANÇA: Quadrilha do Paranoá que se preparava para cometer arrastão em Setor de Chácaras de Sobradinho é presa

*Claudio Martins

Por volta das 2h desta quinta-feira, 18/10, policiais militares do Grupo Tático Operacional (GTOP-33) do 13º Batalhão de Sobradinho, com apoio da equipe de Águia-33, Fox 33 e demais prefixos da área, prenderam em flagrante, Sulivan André, 25 anos, Felipe Vieira, 22 anos, Paulo Henrique, 22 anos, e apreenderam dois menores de 16 anos, que se preparavam para cometer arrastão no setor de chácaras do Núcleo Rural Córrego do Arrozal em Sobradinho. Com os indivíduos foram encontradas duas armas de fogo, um revólver calibre 38, com seis munições intactas e numeração suprimida, e uma pistola calibre 765.

As equipes de GTOP-33 Alfa e Bravo, comandada pelo sargento Silvan e composta pelos sargentos Deuzimar e Edson Silva; cabos Xavier e Claudio Paiva e soldado Eduardo Sales realizavam patrulhamento preventivo no Córrego do Arrozal quando depararam com um veículo Fiat Uno de cor escura em uma estrada de terra. Na tentativa de abordagem ao veículo, o condutor se evadiu da guarnição, bateu o veículo e deu continuidade à fuga a pé pelo matagal com destino ignorado.

Os policiais realizaram uma busca no interior do veículo e localizaram diversos documentos e dois celulares. No momento da abordagem ao veículo, um dos celulares recebeu uma chamada, que aparecia no visor “Felipe moto”, então um dos policiais se passou pelo suspeito e conversou com o motociclista que aguardava às margens da BR-020 para dar fuga. Os policiais seguiram com o Fiat Uno até o local e prenderam Felipe com a motocicleta.

Minutos depois o celular recebeu mais uma chamada, dessa vez aparecia no visor o nome “Sulivan”. O policial atendeu ao telefone, conseguiu se passar por um comparsa e novamente marcou o encontro. No momento da conversa, Sulivan, disse ao policial que estava na companhia de um maior que estava “ferrado”, ou seja, que portava uma arma de fogo, e que estava na procura do menor que também estava armado.

Dois dos policiais militares entraram no veículo Fiat Uno e seguiram para o local informado, minutos depois, o policial ligou para Sulivan e mandou que eles rapidamente corressem para dentro do veículo, pois havia uma viatura policial nas proximidades. No momento que Sulivan, acompanhado de um maior, se aproximou do veículo, os policiais desceram e deram voz de prisão. Com o maior foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições intactas.

Na abordagem os policiais perceberam mais à frente, dois menores e também os apreenderam. Um dos menores disse aos policiais que havia escondido a arma em uma mochila que estava no pinheiral. Os policiais foram ao local, juntamente com o menor e localizaram a pistola calibre 765 sem munição.

Todos envolvidos foram conduzidos até a 13ª Delegacia de Polícia. Na delegacia em conversa com os policiais, o menor que portava a pistola disse que o grupo estava se preparando para cometer um arrastão nas chácaras daquela localidade e no momento que tentava adentrar a primeira chácara apareceu a viatura do GTOP-33 e ele correu para dentro do matagal, escondeu a arma e minutos depois, quando viu que seus comparsas estavam presos também se rendeu.

Paulo Henrique, 22 anos, que portava o revólver foi preso pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito na 13ª DP e o menor que estava com a pistola foi conduzido à DCA e atuado pelo ato infracional análogo ao crime de porte ilegal de arma de fogo. Os outros detidos foram liberados na delegacia, pois graças aos policiais militares, o crime de roubo não foi consumado.

(*)Claudio Martins (texto e foto) Especial para o Jornal de Sobradinho

Nenhum comentário: