Pesquise neste blog

terça-feira, 30 de março de 2010

DIVERSÃO: Programação Cinema Premier Sobradinho de 2 a 8 de abril


SALA 1 - CHICO XAVIER - *13:50 - 16:00 - 18:30 - 21:00 ( * 13:50 somente de sexta a domingo)

SALA 2 - O FADA DO DENTE - dublado - * 14:00 de sexta a domingo
* 16:15 de segunda a quinta

SALA 3 - PERCY JACKSON e o ladrão de raios - dublado - *14:30 - 16:30 - 18:45 - 20:45
( * 14:30 somente de sexta a domingo)

(*)Cinema Premier fica localizado no Sobradinho Shopping Qd 14

Utilidade Pública: DOAÇÃO DE SANGUE

Tipo sanguíneo: o seu
Ser Solidário está no seu Sangue.
O Banco de Sangue do Hospital Brasília precisa de doadores de sangue de qualquer tipo.
Informações pelo telefone:(61) 3364-2454.
Com uma única doação você pode salvar até 4 vidas.

Vem aí chumbo grosso!


Pivô da prisão de Arruda diz que "achaques" continuam e prevê novas detenções


Pivô do episódio que levou à prisão do ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (sem partido), o jornalista Edson dos Santos, o Sombra, afirmou nesta terça-feira que ainda há pessoas "achacando na cara de pau" no inquérito que investiga o esquema de arrecadação e pagamento de propina.

Sem identificar nomes e sem apontar se as ameaças são para obstruir as investigações ou perpetuar o esquema de cobrança de propina, Sombra disse que alguns ainda continuam no poder. O jornalista insinuou que as pressões partem de políticos e empresários.

"Alguns, com certeza [continuam achaque]. Na cara de pau. Alguns ainda estão no poder e continuam usando [a máquina pública]", disse.

O jornalista disse ainda acreditar que novas pessoas podem ser presas. "Depende da ação deles. Se eles continuarem procurando obstacular o trabalho da Justiça, da polícia, continuar fazendo rolo, achacando empresários, eu acredito que sim", disse.

Sombra afirmou que tem sido ameaçado e que prefere "deixar para o tempo correto" a revelação de onde partem as novas ameaças. "Podem ameaçar porque quem nasce um dia tem que morrer", afirmou.

As declarações de Sombra reforçam as afirmações de seu amigo Durval Barbosa, delator do esquema de corrupção. Apesar de não ter prestado esclarecimentos sobre o esquema na CPI da Corrupção da Câmara Legislativa, Durval mandou recados afirmando que o "rolo compressor vem aí, ainda nem começou" e novas denúncias podem surgir.

Sombra prestou depoimento hoje à Polícia Federal sobre o esquema de corrupção. Segundo ele, os policiais pediram apenas documentos sobre suas empresas. "Pediram só uns documentos em relação as minhas empresas, a mim só, mais nada. Eu vou pegar isso e trago aqui, sem problema", disse.

Arruda foi preso no dia 11 de fevereiro por determinação do STJ (Superior Tribunal de Justiça). O ex-governador e mais cinco aliados são acusados de obstruir as investigações do esquema de arrecadação e pagamento de propina. Eles foram presos depois que a Polícia Federal flagrou o ex-conselheiro do Metrô do DF, Antonio Bento, entregando uma sacola com R$ 200 mil ao jornalista.

O dinheiro seria uma das parcelas do suborno, que segundo Sombra seria orquestrado por Arruda, para que o jornalista oferecesse um pacote de serviço que incluía mudar sua versão sobre o esquema de corrupção.

(*)Por Márcio Falcão/Folha Online, em Brasília

HUMOR: Mórbida Semelhança

ENTREVISTA: Direitos iguais para distritais


Empossado há menos de um mês na vaga do ex-distrital Leonardo Prudente, o democrata Raad Massouh parece ainda sofrer da maldição do suplente: ser isolado pelos colegas e não conseguir espaço político na Casa – contado, principalmente, pelo número e status dos cargos que tem direto a indicar funcionários. Na semana passada, Raad fez um desabafo em plenário sobre um tema que anda latente na Câmara Legislativa. Reclamou que não teve direito a indicar servidores na estrutural da Casa e que não tinha assessor sequer na Comissão de Constituição e Justiça, da qual é presidente. Foi duramente criticado pelos colegas. Mas não desistiu da briga. “Eles dizem que não é momento de falar de cargos para mim. Mas eles tiveram o momento de falar de cargos, quando ratearam os cargos que seriam meus, entre eles”, dispara em entrevista esta semana ao jornal O Distrital. Confira o melhores trechos da conversa a seguir e a entrevista na íntegra aqui.

O senhor foi ao plenário reclamar que estava sendo ignorado pela Mesa Diretora e que não recebia os cargos a que teria direito. Foi duramente criticado pelos colegas, que consideraram sua postura mesquinha. O que o senhor diz disso?

Raad Massouh – Eu fui fazer um desabafo no plenário porque eu estava há 15 dias tentando regularizar a situação na Casa e vinha literalmente sendo enrolado pela Mesa Diretora. Se eu deixasse essa história se arrastar ainda mais, ia virar brincadeira, motivo de piada. Mas era uma reclamação séria.

O que muito me deixou estressado naquele dia foi que, em todos os momentos, vários deputados tentaram diminuir a situação, dizendo que eu estava reclamando coisas pequenas. No meu entender, eu estava reclamando um direito, de uma situação que não me permitia trabalhar.

Veja bem, o que gerou toda esta confusão foi que alguns deputados tentaram argumentar que se eu tinha um projeto para cortar 50% da verba de gabinete e 50% da verba indenizatória (Raad apresentou a proposta de redução de custo dos deputados na Casa), como eu ia querer cargos na estrutura? Mas isso é uma coisa que eu já faço no meu gabinete, uma coisa em prol da comunidade. Outra coisa é eu não ter o direito a cargos de dentro da estrutura que me dêem suporte no trabalho das comissões. Hoje eu sou presidente da CCJ e não tenho uma pessoa minha para acompanhar o trabalho, para me dar informações.

E no que isso prejudica o seu trabalho?

Raad – Vou contar dois casos. Na semana passada, quando o ministro Fernando Gonçalves do STJ mandou a cópia da fitas (incluídas nos inquéritos contra o ex-governador José Roberto Arruda) para a Câmara, eu fiquei sabendo por intermédio da imprensa. Porque a pessoa que recebeu as fitas dentro da CCJ, por ser ligada a outro deputado, em vez de entregar o material para mim, que sou presidente da comissão, se achou no direito de entregar ao deputado que a colocou lá dentro. Eu vi aquilo como uma coisa muito errada.

Outro caso se deu no primeiro dia de sessão da CCJ. Foi-me apresentado um projeto de lei do Executivo que acabaria com a Fundação da Câmara Legislativa (Funcal). E me pediram para colocar o projeto em votação como item extrapauta. Eu recebi aquilo com a maior naturalidade e já estava pensando em fazer isso, colocar o projeto em votação, quando, por acaso, um dos assessores que trabalham comigo no gabinete olhou o projeto e percebeu que aquilo seria uma coisa errada, porque não é competência do Executivo extinguir a Funcal e sim da própria Câmara Legislativa.

Então eu estava sendo induzido ao erro naquele momento. E eu não tinha uma pessoa de confiança na comissão que analisasse o projeto e me alertasse, porque eu poderia ter tomado uma decisão errada.

Então eu não aceito de forma nenhuma não nomear as pessoas na estrutura da Casa. Como todo deputado tem seus direitos, eu também tenho os meus, porque sou deputado igual a eles.

O senhor diz isso porque todos tiveram direito a indicar servidores?

Raad - Exatamente. O que eu entendo é o seguinte: o deputado Leonardo Prudente tinha oito cargos na estrutura. A partir do momento que ele renunciou e eu assumi o mandato na vaga dele, eu também passo a ter direito a esses oito cargos. Eu passei 15 dias pedindo isso, e esperando, e eles, protelando. Então eu fico sabendo, pelo Diário Oficial da Casa, que eles tinham rateado os oito cargos. Foram dois para o Raimundo Ribeiro (PSDB), dois para o Milton Barbosa, dois para o Cabo Patrício e dois para o Batista das Cooperativas. (Todos integrantes da Mesa Diretora da Casa).

Agora, veja bem, não é momento de falar de cargos para mim. Mas eles tiveram o momento de falar de cargos para eles! Eu acho que essa foi uma atitude muita errada. Eles acham que, porque estão na Mesa Diretora, porque estão aqui há mais tempo, podem pegar os cargos de outro deputado e ratear entre eles?

O desabafo deu certo?

Raad - Se deu certo só vou saber esta semana. O presidente (Cabo Patrício) disse no plenário que faria a revisão das nomeações na segunda-feira. Eu estou aguardando.

O senhor assumiu o mandato já no último ano de trabalho. Consegue ver uma luz no fim do túnel para esta legislatura? Há como recuperar a imagem da Câmara Legislativa?

Raad - Eu vejo nas próximas eleições, quando se espera uma grande renovação. Agora enquanto deputados ficaram aqui por 15 anos, por 20 anos, não se tem muitas mudanças. Eles vão tendo a máquina na mão e isso vai virando uma bola de neve. Chega ao ponto de eles acharem que são donos disso aqui. E não é verdade.

Enquanto houver esta mentalidade, vai ser ruim para a comunidade, vai ser ruim para Brasília. Por isso eu estou elaborando um projeto de lei que exija para o deputado distrital o mesmo que se exige para o governador: a possibilidade de apenas uma reeleição. Eu quero apresentá-lo o mais rápido possível. Evitaria aquela continuidade, que a Casa tenha durante 15, 20 anos o mesmo parlamentar. Não se justifica termos deputado aqui desde a primeira legislatura. Não dando oportunidade a novos nomes e a novas idéias.

Mas o senhor não acha que isso pode ser também um pouco desejo do eleitor, que vota num mesmo candidato há anos?

Raad - É e não é. Às vezes, na rua, temos pessoas com boas intenções, com boas idéias. Mas como não tem a máquina administrativa para dar apoio, como não tem as facilidades que um distrital aqui dentro tem, não é eleita e desiste de concorrer. Então eu acho que se a gente colocar oito anos como prazo máximo para ser deputado distrital, está muito bom. Até porque o que o deputado não fizer em oito anos, não faz mais.

Agora, a partir do momento que de oito em oito anos as pessoas não possam se reeleger, você automaticamente dá oportunidade a novas pessoas, oportunidade à renovação, em igualdade de condições para uma disputa eleitoral.

E para este mandato ainda, o senhor acha que tem como melhorar e conseguir impedir a intervenção?

Raad - Eu acho que pode melhorar alguma coisa, a depender da conduta que tivermos nesse processo. Nós não temos o direito de errar. Se a Câmara Legislativa cometer qualquer equívoco nesta nova eleição esta enterrada. Agora se se propuser a fazer uma eleição transparente, em que os candidatos queiram ajudar Brasília, a não parar as obras, realmente não deixar que as coisas aconteçam negativamente daqui para frente, aí temos chances.

Os deputados precisam pensar nisso. Que precisamos limpar a imagem de Brasília, limpar a nossa imagem, não de nós, deputados, mas do povo de Brasília que hoje, infelizmente, sofre as conseqüências das coisas que aconteceram aqui. Se a Câmara fizer um bom trabalho, melhora um pouco. Agora resgatar a confiança do povo totalmente, acho difícil.

O senhor fala em processo transparente, mas a discussão sobre a publicação do ato que regulamentou as eleições, com a contestação veemente da deputada Eliana Pedrosa (DEM), não é um indício de que nem tudo está tão transparente assim?

Raad - Eu acho que a publicação do ato foi mais uma atitude autoritária da Mesa Diretora. Eu mesmo queria incluir algumas sugestões no projeto, como o requisito da Ficha Limpa para os candidatos a governador. Não seria uma ótima hora para a gente dar o exemplo? Por que não usarmos os moldes do projeto Ficha Limpa aqui?

Mas aí o senhor acabaria com diversas candidaturas…

Raad - Essa é a idéia. (Risos). Mas eu não estou me referindo a nenhum dos deputados porque, em minha opinião, deputado distrital não deveria disputar essa eleição. Deputado distrital no mandato, eu digo. Poderia ser um ex-distrital, um suplente, ou (o governador interino) Wilson Lima, que não considero distrital porque hoje é o governador. Mas sei que existem bons nomes que estão trabalhando.

Quais nomes?

Raad - Eu vejo, por exemplo, o ex-senador Lindberg Cury como um bom nome. Ou o ex-presidente desta Casa Salviano Guimarães como outro bom nome. Eu vejo alguns deputados federais que também estão pleiteando esta vaga, como o deputado Alberto Fraga, que está sondando se o nome dele seria bem-vindo ou não entre os distritais…

Alberto Fraga e Lindberg Cury são democratas. O senhor acredita que possa sair um bom nome de seu partido?

Raad - Dentro do Democratas nós já temos dois candidatos. Mas eu acho que neste momento o importante não é ser democrata ou ser de outro partido. O importante é ser o melhor para Brasília.

Falando em Democratas, como anda o seu partido pós-dissolução?

Raad - Agora estamos esperando a reestruturação do partido, com o senador Marco Maciel (escolhido para interventor na legenda), para recomeçar com um novo horizonte. Estamos esperando para este mês as primeiras conversas para eleger a nova executiva e o novo diretório. A expectativa é de que a nova composição seja formada em sua maioria por pessoas novas.

E o senhor acredita que dará tempo de se preparar e competir com uma candidatura majoritária em outubro?

Raad - Se tudo for feito rapidamente, ainda dá tempo. Agora se demorar muito enfraquece mais ainda a possibilidade de termos um candidato ao governo. Mas o Democratas tem problemas e vantagens. O problema é a imagem que ficou depois de todo esse escândalo. Mas o povo também sabe diferenciar as pessoas que são do Democratas mas que não estavam envolvidas no escândalo.

E temos vantagens também. Hoje o DEM teria facilidade de fazer uma boa coligação porque qualquer partido tem interesse no nosso tempo de televisão. Não deixamos de ter o nosso espaço. E, nesse caso, não precisamos estar na cabeça da chapa, podemos estar na vice, não há problema.

O senhor sai para a reeleição na Câmara Legislativa?

Raad - Sim. Mas eu nem encaro como reeleição, sabia? Porque eu não tive aqui a possibilidade de trabalho que um deputado comum teve. Eu ainda me sinto renovação. Apesar de ter passado tanto tempo aqui (Raad ocupou o cargo por quase três anos, entre idas e vindas), eu não pude realizar muita coisa. Porque todas as vezes que eu discordava do governo ou assumia uma posição que os desagradava, eu era mandado embora. E eu desagradava muito.

segunda-feira, 29 de março de 2010

William Gomes Pinto, empresário sobradinhense recebeu certificação do Conselho Regional de Corretores de Imóveis da 8 Região -DF


William Gomes agora consultor imobiliário, fala para a comunidade serrana o que diz o Código de Ética dos Corretores de Imóveis para quem quer estar no mercado imobiliário negociando bens e a relação com clientes...

Em relação aos clientes,cumpre ao corretor de imóveis,dentre outros deveres:

1)Inteirar-se de todas as circunstâncias do negócios,antes de oferecê-los;

2)Apresentar, ao oferecer um negócio,dados rigorosamente certos,nunca omitindo detalhes,informando o cliente dos riscos e demais circunstância que possam comprometer o negócio;

3)Recusar transação que saiba ilegal,injusta ou imoral;

4)Comunicar,imediatamente,ao cliente o recebimento de valores ou documentos a ele destinados;

5)Zelar pela sua competência exclusiva na orientação técnica do negócio,reservando ao cliente a decisão do que lhe interessar pessoalmente.

Moradores dos condomínios RK e Moradas dos Nobres agradecem iluminação


No dia (19), os moradores do Morada dos Nobres e RK se reuniram comemorar a chegada da iluminação da ciclovia que corta os dois condomínios. Na festa realizada na própria ciclovia, os moradores agradeceram o empenho e o compromisso da deputada Eliana Pedrosa para que a reivindicação fosse atendida.

Para Eliana Pedrosa, a conquista só foi possível porque houve um esforço conjunto. “Todos estão de parabéns, pois foi graças à união e persistência dos moradores representados pela Terezinha Lima (síndica à época), Rocha (atual síndico), Madson (gerente) e pelo Reinaldo Maia que conseguimos trazer a CEB até aqui e firmar o compromisso de iluminar a ciclovia”, completou Eliana.

Durante a comemoração, o condômino Guilherme Oliveira, agradeceu a instalação da iluminação e o trabalho da deputada Eliana Pedrosa na Câmara Legislativa. “quando se encontra uma pessoa que nos representa na nossa Casa de Leis, é motivo de júbilo para todos nós”, afirmou.
(*) fonte www.elianapedrosa.com.br

Eleições 2010: Roriz é o favorito pela pesquisa Soma


O ex-governador do DF Joaquim Roriz (PSC) está à frente dos outros pré-candidatos ao cargo de governador do Distrito Federal. Um nova pesquisa de opinião sobre a eleição em outubro deste ano, realizada pelo Instituto Soma Opinião e Pesquisa, mostra que ele tem, em dois cenários, 44% e 46% da preferência no universo pesquisado. E na simulação de um 2º turno, Roriz continua na frente, mesmo tendo como adversário o candidato petista Agnelo Queiroz. Foram aplicados 1.000 questionários, em diversos pontos do Distrito Federal, entre os dias 15 e 17 de março. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A margem de erro é de 3,1%.
Confira os dois cenários e seus resultados:
Cenário 1
Joaquim Roriz (PSC) – 44%
Cristovam Buarque (PDT) – 20%
Agnelo Queiroz (PT) – 12%
Alberto Fraga (DEM) – 3%
Maurício Correa (PSDB) – 3%
Gim Argello (PTB) – 1%
Brancos/Nulos – 14%
Indecisos – 5%
Cenário 2
Joaquim Roriz (PSC) – 46%
Agnelo Queiroz (PT) – 15%
José Antônio Reguffe (PDT) – 6%
Alberto Fraga (DEM) – 4%
Maurício Correa (PSDB) – 4%
Gim Argello (PTB) – 2%
Brancos/Nulos – 17%
Indecisos – 6%
Para o 2º turno
Roriz – 52%
Agnelo – 29%
Nulos/Brancos – 14%
Indecisos – 5%

(*)Por: Daise Lisboa / Foto - Sheyla Leal

domingo, 28 de março de 2010

Utilidade Pública: Zoonoses doa cães e gatos, sadios e vacinados


Além de adultos, há filhotes disponíveis para adoção.

Falta de consciência de donos gera abandono de animais. Canil acolhe, mas os doentes e ferozes acabam sacrificados

O Canil da Gerência de Zoonoses da Secretaria de Saúde desenvolve um trabalho muito importante no acolhimento de cães e gatos abandonados. Infelizmente, existem muitas pessoas que não sabem o que é posse responsável de animais domésticos. Ou seja, o direito de possuir um animal de estimação acarreta também obrigações ao seu dono, como cuidar bem dos bichos e jamais abandoná-los à própria sorte.


“Algumas pessoas simplesmente desistem dos animais e os abandonam no próprio canil ou no meio da rua", relata a chefe do Núcleo de Animais Domésticos, Suely Duarte da Silva. “Isso nos causa muita tristeza, porque vemos que a pessoa não tem consciência do amor que aquele bichinho tem por seu dono e por sua família”, completa.


Aguardando um novo dono, dezenas de cães e gatos esperam no Canil da Zoonoses, que funciona no Setor de Áreas Isoladas Norte (SAIN), próximo ao Setor Militar Urbano. Os cães e gatos sadios são vacinados e mantidos para adoção. Já os doentes ou que são muito bravos, quase sempre das raças pit Bull ou rottweiler, não têm a mesma sorte. Estes são sacrificados.


“Recebemos animais praticamente todos os dias. E ficamos muito alegres quando aparecem pessoas querendo adotar, pois sabemos que, por mais que a gente cuide, o animal fica triste sem o carinho de um dono. “Quando ficam muito tristes ou estressados são levados para caminhar, mas isso depende muito da nossa demanda de trabalho”, relata Suely.


Mais informações sobre adoção de animais podem ser obtidas na Gerência de Zoonoses pelo telefone 3341-2456.

(*)Com informações da Secretaria de Saúde

Administração de Sobradinho quer acabar com invasão na DF-440

Há sete anos famílias moram irregularmente em chácaras perto de Sobradinho. A área da Terracap é fiscalizada pela Agefis há três anos. Mas, os moradores não saem.


A invasão fica à beira da DF-440, na parte de terra da estrada, logo depois do Condomínio RK, em Sobradinho. No local vivem 16 famílias. Os terrenos são cercados com arame, têm ligação irregular de energia, placa de identificação na entrada e algumas casas têm até lugar para criar animais.

Uma moradora diz que o genro foi o primeiro a se mudar para o lugar, há sete anos. Mesmo sem ter nenhum documento, ela acredita que a família está em situação regular.

“Já está com sete anos que ele trouxe a família para cá. Ele tem documento, mas começou como invasão. Ele já achou quem compre esse terreno, mas ele não vende”, conta uma senhora.

A equipe de reportagem do DFTV foi até outro terreno. O morador recebeu a equipe no portão. Ele disse que comprou a propriedade há cinco anos de um particular, mas que não estava com a escritura para comprovar.

Mas toda a área é da Terracap. São terras destinadas a chácaras. A Sudesa, Subsecretaria de Desenvolvimento do Solo e da Água, informou que monitora a invasão, e que todas as famílias já foram notificadas pela Agência de Fiscalização (Agefis).

A Administração de Sobradinho diz que a invasão está no local há quase sete anos e pediu à Sudesa e à Agefis que o problema seja resolvido. “Nós vamos fazer um pedido formal a Sudesa para que agilizem esse processo de retirada dessas famílias, e assim regularizem aquela área. E também pedir para Terracap que faça bom uso daquela área”, enfatiza o administrador de Sobradinho Alexandre Yanez.

A Agefis informou que fiscaliza a área desde 2007. Mas só agora as famílias foram notificadas para sair do local. Os moradores tem prazo de 30 dias para recorrer. Quem não conseguir autorização para ficar vai ser retirado.

(*) Por Lívia Veiga / Wesley Araruna

sexta-feira, 26 de março de 2010

Sábado,27,é o último dia para Vestibular Agendado de Letras,Direito Noturno e Ciências Contábeis das Faculdades ESPAM


(*) Por Conrado Vitali/ Assessoria de Imprensa

Este sábado,27 de março, é o último dia para a inscrição e aplicação de provas do Vestibular Agendado para Letras, Direito Noturno e Ciências Contábeis. Para inscrever-se e fazer as provas, o candidato deve apenas comparecer à ESPAM-Projeção. A prova é realizada no momento da inscrição.

Serviço: Vestibualr Agendado ESPAM-Projeção paa LETRAS, DIREITO NOTURNO E CIÊNCIAS CONTÁBEIS

- Comparecer até sábado,27 de março, à ESPAM-Projeção, para inscrição e realização das provas

- Telefone: 3487 - 7100

Utilidade Pública: Doação de Medula

SEJA UM DOADOR DE MEDULA ÓSSEA
Local : Hospital Base - SMHN Quadra 101 - Bl A - Mezanino
Brasília – DF CEP: 70.335-900
Telefone:(61)3325-5055 -FAÇA O TESTE (você pode salvar vidas).

quinta-feira, 25 de março de 2010

Empreendedorismo & Economia: Microempresários do DF ganham mais incentivo


“Os juros são baixinhos e com isso me tornei uma boa pagadora", diz Maria das Mercedes de Souza (foto acima)- Foto: Roberto Rodrigues

Oportunidade de expandir os negócios com empréstimos a juros baixíssimos é uma das iniciativas do Programa Banco do Povo, que atende aqueles que trabalham de maneira informal, mas se esforçam para entrar na formalidade. Nesta quinta-feira, 88 foram beneficiados com cartas de crédito.

Microempresários do Distrito Federal ganharam uma oportunidade de expandir seus negócios. Nesta quinta-feira (25), o Banco do Povo liberou créditos para 88 empresários.Os valores são de R$ 11 mil para pessoa física e R$ 22 mil para pessoas jurídicas. O dinheiro é oriundo do Programa de Geração de Emprego, Trabalho e Renda (PROGER), vinculado ao Ministério do Trabalho. O programa atende aqueles que trabalham de maneira informal, em pequenos negócios familiares, como por exemplo, quem faz serviços de marcenaria, fabrica roupas, comidas, doces caseiros e artesanato, além das pequenas e microempresas.

Os beneficiados têm até a próxima segunda (29) para abrir uma conta corrente do Banco Regional de Brasília (BRB). O valor será depositado na conta no mesmo dia. A partir desta data, os microempresários terão 10 dias corridos para assinarem o contrato. Aqueles que receberam o crédito como pessoa física tem a carência de três meses para iniciarem o pagamento das parcelas. Já as pessoas jurídicas começam a pagar dentro de seis meses.

Para conseguir o empréstimo, é necessário fazer um cadastro no Banco do Povo, que possui unidades no Plano Piloto e em Taguatinga, ou comparecer em uma Agência do Trabalhador. Segundo Paulo Roberto Fernandes, gerente do programa, o juro baixo é um dos maiores atrativos. “O valor gira em torno de 0,8% ao mês. Sem contar, que nós oferecemos um crédito assistido. Onde o microempresário recebe orientações sobre como usar o dinheiro e pode, inclusive, participar de cursos do Sebrae que são oferecidos por nós”, afirmou.

Maria das Mercedes de Souza, moradora do Paranoá, é uma das maiores freguesas do empréstimo. Esta é 18ª vez em que ela recorre ao Banco do Povo para impulsionar seus negócios. Dona de uma barraca na Feira da Torre, ela conta não tem medo de recorrer ao empréstimo. “Os juros são baixinhos e com isso me tornei uma boa pagadora. Sempre que preciso o banco me ajuda”, conta.

(*)Por Thássia Alves - Agência Brasília

SOCIAL: Jovem Cidadão atende em seis cidades

Programa já encaminhou 200 dispensados do serviço militar ao mercado de trabalho

Com o propósito de oferecer novas perspectivas a 850 jovens dispensados do serviço militar, nesta sexta-feira(26/03), o programa Jovem Cidadão, da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus), vai estar em seis cidades do Distrito Federal, a partir das 8h30. Munidas do Kit Cidadão, composto de cartilhas, folderes e material com informações e orientações sobre cursos de qualificação profissional e mercado de trabalho, equipes da Sejus atenderão 200 jovens em Sobradinho, 200 em Ceilândia, 150 em Santa Maria, 100 no Guará, 100 em Samambaia e 100 em Brazlândia.

O evento faz parte da solenidade de juramento à Bandeira, realizado pela Junta Militar de cada cidade para a entrega do certificado de dispensa do serviço militar. A cada ano, cerca de 45 mil jovens de DF se alistam nas Forças Armadas, mas apenas cinco mil são aproveitados. Foi pensando nos 40 mil dispensados que a Sejus, por meio da Subsecretaria para Assuntos da Criança Adolescente e Juventude (Subjuv), criou o Jovem Cidadão.

O objetivo do programa é a profissionalização e a inserção dos jovens no mercado de trabalho. Para isso, a Sejus fez parcerias com o Serviço Nacional do Comércio (Senac), com as redes de lanchonetes Bob’s e Burger King, além da rede Gasol de combustíveis.

Lançado em agosto do ano passado, pelo menos 12 mil jovens já tiveram acesso ao Jovem Cidadão e cerca de 200 já foram encaminhados para o mercado de trabalho.

Programação - Dia 26, a partir das 8h30:
Guará - 100 jovens – auditório da Administração Regional
Sobradinho - 200 jovens – Ginásio de Esportes de Sobradinho
Santa Maria - 150 jovens – quadra coberta em frente à Administração Regional
Brazlândia - 100 jovens – pátio da Administração Regional
Ceilândia – 200 jovens - Junta Militar, EQNM 2/4 – rua do Bee House
Samambaia – 100 jovens – na Junta Militar local.

Com informações da Sejus

No próximo dia 17 de abril, a Câmara Legislativa escolherá o novo governador do DF.

Eleição indireta do novo governador será no dia 17 de abril

A Mesa Diretora da Câmara Legislativa do Distrito Federal convocou nesta quinta-feira (25) eleição indireta para governador e vice no dia 17 de abril, um sábado, às 10 horas, no plenário da Casa. A posse está prevista para dois dias depois, em 19 de abril. Sendo assim, as comemorações para o aniverário de 50 anos de Brasília, no dia 21 de abril, acontecerão já com o novo governador. As informações são do G1

A Mesa Diretora também declarou vagos os cargos de governador e vice. José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM) foi afastado do cargo no dia 11 de fevereiro por decisão do Superior Tribunal de Justiça, que também decretou sua prisão. Já o vice, Paulo Octávio, que havia assumido o cargo de governador, renunciou em 23 de fevereiro.

Com isso, Wilson Lima, então presidente da Câmara, foi empossado governador interino, já que Arruda, mesmo afastado, ainda era governador do DF. O cargo de governador só ficou vago com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/DF) de 16 de março, que cassou o mandato de Arruda por infidelidade partidária. O ex-governador, que ainda está preso, decidiu não recorrer da medida nesta segunda-feira (22).

Na semana passada, o presidente interino da Câmara, Cabo Patrício (PT) já havia afirmado que a sucessão no DF seguiria a Constituição Federal (que prevê eleições indiretas no prazo de 30 dias após a vacância do cargo) e não a Lei Orgânica do DF (que diz que o presidente da Câmara seria o governador até as próximas eleições).

“Nós já tínhamos um parecer da Procuradoria da Câmara, que prevê, independentemente da aprovação de uma proposta de emenda a lei orgânica, que nós vamos seguir a Constituição Federal. Foi dito pelo presidente do tribunal que isso é importante para se adequar o processo à legislação eleitoral e à federal”, afirmou.

Arruda foi preso por tentar subornar uma testemunha do caso que ficou conhecido como Mensalão do DEM. O escândalo começou no dia 27 de novembro, quando a Polícia Federal deflagrou a Operação Caixa de Pandora. No inquérito do STJ, Arruda é apontado como o comandante de um esquema de distribuição de propina a deputados distritais aliados, empresários e integrantes do governo distrital.

(*) Fonte blog Estação da Notícia

Magela e Agnelo juntos outra vez

O ex-ministro Agnelo Queiroz e o deputado federal Geraldo Magela se reuniram na manhã desta quinta-feira (25) em um café da manhã na casa de Magela. O encontro serviu para firmar os compromissos de unidade do partido - e a confirmação de que Magela colaborará efetivamente com a campanha de Agnelo, vencedor das prévias, para o GDF. “Não importa o cargo que estarei disputando nas próximas eleições, mas estarei ao seu lado”, disse o deputado federal. “Cuidarei da sua campanha como se fosse a minha campanha”, prometeu.

Na reunião, que contou com a participação das coordenações das correntes petistas que apoiaram Magela nas prévias, discutiu-se também o futuro do parlamentar nesta eleição. Magela analisa, junto com o partido, a possibilidade de ser candidato ao Senado e deverá anunciar nos próximos dias a sua decisão final. Agnelo saiu satisfeito. “O encontro foi ótimo porque concretizou a nossa unidade e deixou evidente a todos que o PT seguirá unido para as eleições de outubro”, afirmou Agnelo.

(*)Fonte blog da Paola Lima

quarta-feira, 24 de março de 2010

ESPORTE: Vem aí a Corrida Carmem de Oliveira – Sobradinho 50 anos


No dia 16 de Maio deste ano a PRATICANDO Eventos Esportivos realizará em Sobradinho/DF a “Corrida de Rua Carmem de Oliveira”, evento integrante das comemorações do aniversário de 50 anos de nossa Cidade.
Apesar de se tratar de um evento esportivo, serão realizadas duas grandes ações culturais em conjunto com a Corrida, pois, assim, a fomentação da cultura estará abrangendo um público maior e diferenciado.

A parceria entre a Cia da Cultura, a CW Produções e Eventos, a Performance Eventos Esportivos, e com oapoio da Lei de Incentivo a Cultura (Rouanet), realizaremos dentro da Corrida de Rua Carmem de Oliveira os Projetos: Ação Cultural voltado ao público infanto juvenil e um Show com apresentações de artistas locais.

Este projeto encontra-se aprovado pelo Ministério da Cultura na lei 8.313 (Rouanet).
Poderão patrocinar este projeto:

•Pessoa Jurídica pode destinar 04% do imposto de renda vigente.
•Pessoa Física pode destinar 06% do imposto de renda vigente.

Conforme estabelece o Art. 18 da lei 8.313/91, alterado pela lei 9.874/98, o patrocinador poderá deduzir de seu imposto de renda devido, 100% do valor patrocinado, limitando-se a 4% do imposto de renda devido. Tal dedução esta amparada pelo Art 5º da lei 9.532/97 (lei tributária federal), a qual define os limites de dedução do incentivo fiscal. O evento também faz parte das comemorações dos 50 anos de Brasília, Certificada pelo Governo do Distrito Federal (cópia anexo).
A “Corrida de Rua Carmem de Oliveira” percorrerá as principais vias da cidade e contará com atletas de todo o Distrito Federal e entorno. Haverá ainda shows musicais de artistas locais, além de brinquedos para as crianças, proporcionando lazer e diversão para toda a comunidade, unindo competição, confraternização e diversas atrações num formato único, com previsão de participação de 5.000 atletas.

SOBRE A CARMEM:

Carmem de Oliveira é tida ainda hoje como a maior corredora do Brasil em todos os tempos. Primeira brasileira a vencer a Corrida de São Silvestre, em 1995, ela continua sendo a detentora de vários recordes sul-americanos, entre eles o de maratona (2:27:41) conseguido em boston 1994, além dos recordes dos 5, 10, 15 e 21 km,. Nascida em Sobradinho, no Distrito Federal, hoje Carmem presidia a Federação de Atletismo do DF, indicando os caminhos para a evolução de nossos corredores de elite.

OBJETIVOS:

• Organização da “CORRIDA DE RUA CARMEM DE OLIVEIRA”;
• Participação de atletas da comunidade locais e de outras regiões do Brasília;
• Torná-la referência em provas de corrida de rua de Brasília;
• Participação de 5.000 atletas amadores e profissionais;
• Distribuição de R$ 30.000,00 em prêmios; uma das maiores premiações oferecidas no Brasil.
• Shows com artistas locais;
• Incentivo à participação do público espectador;
• Brinquedos para as crianças;
• Arrecadação e doação de alimentos não perecíveis para instituições de Sobradinho.
• Criação do site www.corridacarmemdeoliveira.com.br ;
• Torná-la tradição nas comemorações do aniversário de Sobradinho;
• Incentivo à prática de atividades físicas.
• Homenagem à Carmem de Oliveira, a maior atleta de nossa Cidade.

Maiores Informações:

José Nilton Garcia Júnior
Diretor Comercial
E-Mail: contato@praticandoeventos.com
Tel/Fax: (61) 3522-2089 Cel: 9134-2022
End: SGAN 911 Mód. “F” Ed. Green Park Bl. “G” Lj. 211
Brasília/DF - Cep: 70.790-110
MSN: jose_nilton@hotmail.com

EXCLUSIVO: Reinauguração da Biblioteca do Lions Clube de Sobradinho acontecerá dia 27/03 com extensa programação de eventos


O Lions Clube de Brasília/Sobradinho e a Diretoria Regional de Ensino de Sobradinho convida a comunidade serrana para reinauguração da Biblioteca Comunitária do Lions Clube de Brasilia/Sobradinho a realizar-se dia 27/03/2010 das 16h às 18h , com programação hiper diversificada:

16h – Apreciação do acervo ao som do violão instrumental - Celso Augusto da Silva e Marcelo dos Santos – Alunos do Prof. Maurízio Martins – Teatro de Sobradinho.

16h30min – Momento de Oração - “O Senhor é Deus” – Composição de Hellen P. Silva – aluna do Prof. Marcone Dias – Teatro de Sobradinho.

16h40min – Hino Nacional Ilustrado

16h50min - Breve histórico da biblioteca e apresentação do espaço à comunidade – Representante do Lions Club Brasília Sobradinho - CL Oswaldo Gomes.

17h – Apresentação do convênio Lions/SEEDF – Prof Raniere Carneiro Falcão – Diretor da DRE/Sobradinho

17h10min – Contadora de história: Raiane Virgínia de Oliveira - “Faniquito, Saracutico,... (Jonas Ribeiro) e “O caso do bolinho (Tatiane Belink).

17h20min – Poesia - Flores Químicas - Gabriel Araújo de Aguiar (Ganhador do prêmio de poesia nacional infanto-juvenil – Concurso Literário de Poesia de Superdotação – MEC/SEEDF/Embaixada da Espanha).

17h30min – “Conversa de escritor” e sessão de autógrafos do romance “Um” (LGE Editora/FAC) – Prof. Geraldo Lima – SEED/DF- DRE/Sobradinho, também autor dos livros A noite dos vagalumes (contos, Prêmio Bolsa Brasília de Produção Literária), Baque (contos, LGE Editora/FAC) e Nuvem muda a todo instante (infantil, LGE Editora); é colunista do Jornal de Sobradinho e do blog O Bule (www.o-bule.blogspot.com).

18h – Encerramento – Presidente do Lions Clube Brasília/ Sobradinho: Robison Pereira da Silva.

O evento contará ainda com a presença da intérprete de libras – Alice Bittencurt - CEF03 - DRE/Sobradinho, Estande para troca e doação de livros e Exposição de trabalhos artesanais com papel reciclado confeccionados pela “Oficina de Papel Reciclado do Lar dos Velhinhos”.


Missão do Lions Clube Brasília/Sobradinho

O Lions Clube é uma Associação Civil Privada, sem fins econômicos, que acolhe as pessoas comprometidas em construir um futuro melhor para suas comunidades, criando e fomentando o espírito de compreensão entre os povos da Terra.

O clube, unido por laços de amizade, companheirismo e compreensão recíproca de seus integrantes, interessa-se pelo bem-estar cívico, cultural, social e moral da comunidade, promovendo os princípios de bom governo e boa cidadania. Espaço de livre discussão dos assuntos de interesse público abre espaço para pessoas com mentalidades de servir sua comunidade sem qualquer recompensa financeira pessoal.

Assim, neste momento em que a humanidade entra na Era do Conhecimento, é essencial pensar sobre a importância do livro e a garantia plena do acesso da comunidade aos conhecimentos ali expressos, como ferramenta de transformação das pessoas e da sociedade. O conhecimento pode ser encontrado através da leitura e essa, por sua vez, possibilita formar uma sociedade consciente de seus direitos e de seus deveres; possibilitando aos cidadãos uma visão melhor do mundo e de si mesmos,proporcionando, assim,melhoria da condição social e humana, missão maior do Lions Club.

Portanto, é com grande honra que o nosso Clube, em parceria com a SEE/DF, reinaugura a sua Biblioteca Comunitária, por considerar ser a biblioteca um dos mais antigos sistemas de informação existentes na história da humanidade, polo de irradiação cultural de grande significado para a produção cultural da coletividade.


A Arte de Ler

O leitor que mais admiro é aquele que não chegou até a presente linha. Neste momento já interrompeu a leitura e está continuando a viagem por conta própria.
(*) Mário Quintana



A Biblioteca Comunitária do Lions Clube de Brasília/Sobradinho em convênio com a SEE/DF - fica no localizada no Prédio do Lions Club de Sobradinho – Qd. 06 - Área Especial 03 , Sobradinho, DF.

Horário de funcionamento:
Segunda-feira à sexta-feira, de 7h às 18h.

Missão:
O espaço da biblioteca comunitária será reservado para leitura e estudo, empréstimo, troca e doação de livros; e contará com atividades de valorização à leitura e à cultura de nossa cidade e Distrito Federal, sempre na 2ª quinzena de cada mês.
Junte-se a nós e participe com sugestões e comentários acessando o
blog: bibliotecalionsclubesobradinho.blogspot.com
E-mail: bibliotecalionsclubesobradinho@gmail.com


“Vamos fazer de nosso País um País de Leitores”

terça-feira, 23 de março de 2010

Raad cobra cargos e denuncia discriminação da Mesa Diretora


O deputado Raad Massouh (DEM) fez um protesto hoje na tribuna da Câmara Legislativa por não ter ainda exercido o direito de nomear assessores da estrutura administrativa da Casa. "O ex-deputado Leonardo Prudente, que substituí, tinha oito cargos indicados e eu não tive direito a indicar nem quatro cargos para as funções que preciso", reclamou o distrital, criticando o fato de aqueles cargos terem sido ocupados por membros da Mesa Diretora. Irritado, Massouh disse que estava sendo alvo de uma provável retaliação, em virtude dos projetos que apresentou para a redução dos cargos comissionados na Câmara Legislativa e que representariam uma redução de R$ 65 milhões no Orçamento. "Por que essa diferenciação de tratamento?", indagou o distrital, lembrando que no seu gabinete já está praticando redução no número de assessores.
Em nome da Mesa Diretora, o presidente em exercício, deputado Cabo Patrício(PT), disse que a prioridade agora na Casa é a preparação do projeto de lei que vai definir as regras para a eleição indireta para governador. "Até segunda-feira não falaremos em cargos", declarou.

O segundo secretário, Milton Barbosa (PSDB), disse que a Casa deverá fazer uma revisão sobre os critérios para ocupação de cargos. E que aquele debate não deveria ser levantado agora por Raad. "Essa discussão é muito pequena e os cidadãos não querem saber disso", comentou.

(*)Fonte Coordenadoria de Comunicação Social - CLDF/ aliastpadua

Faltou o crédito da coluna Interseção Textual

Fica registrado que o texto ( La Pietá) veiculado no Jornal de Sobradinho edição 215, na coluna Interseção Textual é de autoria do escritor e mestre Joel Pires. Infelizmente na revisão de diagramação, faltou veicular o rodapé com os devidos créditos. Pedimos desculpas ao autor.

E por falar em Jornal de Sobradinho, este já encontra-se disponível aos leitores nas bancas e revistarias da cidade. Vale conferir!!!

Adilson Barreto é candidato dos condomínios



Adilson Barreto já trabalhou em algumas escolas de Sobradinho e área rural . Esse ano de 2010, o ambientalista e professor Adilson Barreto - presidente da Federação dos Condomínios do DF ( FACHO), continua firme na intenção de disputar uma vaga para a Câmara Legislativa do DF. Para isso, vem trabalhando diuturnamente reunindo-se com diversas lideranças e representantes de condomínios de Sobradinho e região norte.

Todo o trabalho em prol dos condomínios, inclusive o modelo de regularização ambiental e urbanística e a minuta do projeto que permite muros e portarias nos residenciais são frutos do seu trabalho a frente da Facho, onde contribui com sua experiência de militância ambiental nos últimos 20 anos dentro dos condomínios. Plantou a sementinha que, devagar, começou a florescer.

Uma das bandeiras de luta do candidato dos condomínios será a conscientização dos quase 600 mil moradores desses residenciais.

(*)Júnior Nobre/ fonte: Jornal dos Condomínios

domingo, 21 de março de 2010

Curiosidade: Inglês muda de sexo para escapar de cobradores de dívida


Um homem, que não foi identificado, morador de West Midlands (Inglaterra), decidiu adotar uma medida extrema para escapar da cobrança de uma dívida de cerca de 150 mil reais: cirurgia para mudança de sexo!

A história foi descoberta pela atriz Sarah Thom, que conversava com um sindicato de Wolverhampton para compor uma personagem para peça teatral.

De acordo com o sindicato, o homem completou a mudança de sexo, mas não se livrou do pagamento da dívida, adquirida no cartão de crédito após o inglês perder o emprego.

Deveria ele processar o cirurgião?

NR: Já pensou se essa moda pega?

fonte: O Globo

Agnelo vence as prévias

Ainda nao e oficial, mas Agnelo Queiroz venceu as prévias do PT com 56,7% da preferência da militância petista. Ao todo, foram 8.276 votos válidos, sendo 4.687 para o ex-ministro e 3.589 para o deputado federal Geraldo Magela.

(*)fonte blogdapaola

sábado, 20 de março de 2010

Carta de Agnelo à militância


Todos se perguntam qual será o futuro político do Distrito Federal depois da crise. Acredito que nós, os moradores de Brasília, temos a grande oportunidade de dar um basta nas práticas nefastas com os recursos públicos e inaugurar um novo tempo de esperança na capital. Um novo tempo com participação popular, transparência, ética e compromissos do governo com quem mais necessita dele.

A militância petista sempre mostrou que tem disposição e competência para promover mudanças. Foi quem liderou a luta para que o Brasil inaugurasse um projeto de desenvolvimento e distribuição de renda que dá a oportunidade a todo brasileiro de ter uma vida digna. A aguerrida e combativa militância petista e dos movimentos de esquerda de todo o país é que representa o projeto iniciado no governo do companheiro Lula.

Por isso, acredito que também chegou a hora da militância do PT e da esquerda de Brasília. Esta é a grande oportunidade que temos no Distrito Federal para mudar a nossa triste realidade política. Este é o momento para sairmos às ruas mais uma vez com nosso mar vermelho e lavarmos, de uma vez por todas, a corrupção.

Cabe ao PT no Distrito Federal congregar as forças mais avançadas de esquerda para que possamos tirar do papel as nossas propostas e construir, de fato, um novo tempo.

Sinto-me preparado para, junto com cada companheiro e com cada companheira que acredita nesse sonho, representar um projeto de governo ético, cidadão, empreendedor e responsável. Um projeto de governo que olhe a vida do homem e a família como bens maiores de uma sociedade. Um projeto de governo que priorize a educação pública de qualidade, um sistema de saúde digno, uma rede de transporte público que funcione bem, enfim, que priorize os serviços públicos em prol da qualidade de vida da população. Esta é a proposta do PT e esta é a vontade da militância.

Eu sou um soldado do meu partido, o PT. Minha luta é - e sempre foi - fazer valer o anseio da coletividade, o anseio democrático da população por um mundo mais justo. Este é um projeto que eu represento, mas que não é meu. Ele é de cada companheiro e cada companheira que tem o sonho e a vontade de mudar o mundo. Mas para mudarmos o mundo, devemos, em primeiro lugar, arrumar a nossa própria casa. Minha casa é o PT. É minha casa hoje e sempre foi também nas lutas que enfrentei durante minha vida pública.

Precisamos sair unidos das prévias de domingo. Qualquer que seja o resultado, a militância petista deve mostrar que é hora de mudanças na política do Distrito Federal. É hora de inaugurarmos um novo tempo de esperança. A luta só está começando; temos muitos desafios pela frente. Devemos seguir caminhando em frente sem nos esquecermos de olhar para o lado, por sobre os nossos ombros, onde nossos companheiros e nossas companheiras de luta estão doando-se em prol de um sonho de justiça e igualdade.

Por tudo isso, peço a cada militante petista o apoio que nosso projeto precisa ter. É com essa contribuição que vamos fazer mudar a vida no Distrito Federal. Sem dúvida nenhuma, chegou a hora da vitória de todos. Chegou a vez da militância!

(*)Agnelo Queiroz

Mensalão do DF: só as urnas podem zerar a crise


Recebo com muita alegria e partilho com os leitores a colaboração do amigo professor e analista político Octaciano Nogueira, numa reflexão sobre os desdobramentos da crise política no Distrito Federal. Como muitos de nós, o professor também deposita nas urnas suas esperanças de solução da crise.

POLÍTICA & POLÍCIA

Nada mais distante e mais oposto que os conceitos que separam essas duas palavras. Embora tenham a mesma origem, polis, não se confundem nem se misturam. O fim da Política é, como ensinam os filósofos, a solução pacífica dos conflitos. O da Polícia, solucioná-los com o uso da força. A Política pressupõe a convivência entre os contrários, a aceitação das divergências, a racionalidade e o diálogo. A Polícia tem como instrumento a repressão. Via de regra, seu argumento é a violência. Esta é a principal razão pela qual Política e Polícia não se misturam. Mas convivem desde o início da civilização.
Em Brasília, não há nem havia por que ser diferente. Lamentavelmente, esse limite rompeu-se por obra e graça da forma rombuda como, a partir da autonomia que lhe foi concedida, as duas atividades ultrapassaram os limites que a própria História impôs aos homens. A cobiça, a avidez, a cupidez, a ambição e a sofreguidão substituíram o equilíbrio, o bom senso e extravasaram os limites que sempre separaram atividades incompatíveis. Por isso, só por esta razão, a Política tornou-se, na capital da República, o mais notório caso de polícia de que se tem notícia no país.
A cidade e sua população tornaram-se as maiores vítimas do rompimento dos limites da conveniência que sempre separaram a virtude do vício, a ética do desregramento e a civilidade da barbárie. Como restaurá-los passou a ser o maior desafio, no ano decisivo em que as eleições deveriam contribuir para separar o joio do trigo. O câncer que parece ter contaminado o tecido sadio que dá credibilidade às instituições não começou agora. Pelo visto, já se alastrou para além do Palácio do Buriti. Resta saber se o antídoto do voto será capaz de restaurar a saúde do organismo combalido que no dia 3 de outubro tem um encontro com o seu próprio destino.


(*)Octaciano Nogueira é Bacharel pela Faculdade Nacional de Direito da antiga Universidade do Brasil, atual UFRJ; Bacharel e Licenciado em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras pelo CEUB, no DF e Especialista pelo Instituto de Estudos Políticos e Sociais da PUC- Rio de Janeiro.

fonte: blogueira & jornalista Cristina Lemos...

A Vingança: Estudantes representam contra Paulo Roriz


Os estudantes que se envolveram em um incidente com o deputado distrital Paulo Roriz (DEM) protocolaram nesta sexta-feira (19) uma representação por quebra de decoro parlamentar do distrital. O documento, endereçado à Mesa Diretora da Câmara Legislativa, é assinado pelos estudantes Sérgio Alexandre Costa, Pedro Godim Mendonça e Gabriel Henrique Doyle e pelo advogado Gilson dos Santos.

O incidente aconteceu na sessão ordinária da última quarta-feira (17). Paulo Roriz teria feito um gesto ofensivo para os estudantes, depois de um pronunciamento. Segundo o deputado, um dos estudantes teria feito um “gesto obsceno” dirigido a ele.

No texto, os autores pedem a abertura de processo de “cassação” do deputado “por quebra de decoro parlamentar e improbidade administrativa, e declaração de seu impedimento para votar em processos que o envolvem”.

O documento baseia o pedido no inciso XI, do artigo 6º, do Código de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa:

“Art. 6º – Constitui procedimento incompatível com a ética e o decoro parlamentar:

XI – praticar ofensas físicas ou morais a qualquer pessoa no edifício da Câmara ou desacatar, por atos ou palavras, outro parlamentar, a Mesa ou comissão e respectivos presidentes”.

(Por: Luis Cláudio Alves/Foto: CLDF)

Abertura dos jogos Joincel acontece em Março


Ir. Lino Matias Jung realizando a abertura dos jogos/Março 2009

Joincel é uma atividade interativa realizada pelo Colégio La Salle com objetivo de buscar a convivência entre os alunos através da atividade esportiva.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Pesquisa: Roriz na frente da Vox Populi


Analistas políticos da cidade tiveram conhecimento, na tarde desta sexta-feira (19), de uma pesquisa realizada pela Vox Populi a pedido da revista Plano Brasília, que será divulgada neste sábado (20). Os dados preliminares - proibidos de serem divulgados antes da meia-noite desta madrugada - apontam que o ex-governador Joaquim Roriz (PSC) continua liderando as intenções de voto para governador com boa margem de diferença.

Outro dado interessante serviria para o PT: o pré-candidato Agnelo Queiroz aparece com mais eleitores do que seu adversário Geraldo Magela. Nos cenários estimulados ou espontâneos, Agnelo tem mais intenções de votos do que Magela.

Nas simulações de segundo turno, Roriz também segue à frente. Já Agnelo consegue melhor desempenho num segundo turno do Magela, e também Cristovam Buarque (PDT) e Rodrigo Rollemberg (PSB). Já em rejeição, Roriz é o vencedor, seguido dos demais candidatos. Agnelo e Rollemberg são os com índices mais baixos. A pesquisa inteira será divulgada pela Plano Brasília neste sábado.

(*)Fonte:blogdapaola/Foto: Sheyla Leal

Comédia ou Tragédia?


(*)Coluna do Jornal de Sobradinho - Pensador S/A - por Sandson Azevedo

Em março comemoramos o Dia Mundial do Teatro, criado em 1961, pelo Instituto Internacional do Teatro (ITI), data da inauguração do Teatro das Nações, em Paris. Há muitos anos atrás os Gregos transformaram as encenações em arte.
A representação desde o início da civilização sempre existiu, antes da língua era utilizada como forma de relatar os acontecimentos, as caçadas e posteriormente homenagem aos Deuses.

As homenagens aos Deuses, muitas vezes eram sacrificados animais como oferendas, surgindo assim os primeiros indícios da tragédia. Os gregos passaram a difundir sua cultura, idéias e mitos em espaços próprios.

Os filósofos angustiados em sua eterna luta pelas respostas,foram grandes escritores de tragédia, retratando o sofrimento e angústia da época.

Inicialmente somente os homens podiam representar o que fez que se confeccionassem máscaras para interpretar papéis femininos, ou seja, a outra face. Posteriormente, surge o gênero cômico, como contraponto aos excessos, uma forma hilária de relatar a mesma realidade.

Nos dias de hoje vivemos em um enorme teatro a céu aberto, com diversos personagens encenando nos principais palcos políticos. Imbuídos de fazer com que o público se entretenha com a comédia política existente, utilizando diversas máscaras para esconder o verdadeiro rosto do ator.

A tragédia se instala assim que as cortinas baixam nos remetendo a nossa triste realidade que vivemos. A classe política está totalmente desacreditada e muitos saem por aí dizendo que o melhor é anular o voto, se assim o fizermos somente estaremos saindo de cena, deixando de exercer nossa cidadania. Cabe a nós cidadãos estudarmos, analisarmos e escolhermos o melhor elenco para atuar em nossos palcos. Eu penso assim e você?

(*) Fale conosco: pensadorSA@gmail.com
Sandson Azevedo é Mestre em Ciência Política: com ênfase em Cidadania, Direitos Humanos e Violência; Administrador; Professor Universitário.

80 anos de vida e arte


Parabéns ao artista plástico e pioneiro de Sobradinho - Valdemor Nogueira de Lima -mais conhecido como Nogueira de Lima que comemorou este mês, entre seus familiares, 80 anos de vida dedicados ao trabalho e a arte. Que Deus lhe conceda muita saúde, é o desejo de toda a equipe do Jornal de Sobradinho.

(*) Para conhecer as obras e fazer visitação ao atelier do artista agendar pelo tel (61)3591.1818 - ou Qdra 08 Conjunto B casa 34

Edição de março circula dia 24/03


(*) Caros leitores, comunicamos que a edição 215 de Março de 2010 do Jornal de Sobradinho, será distribuída dia 24/03 ( quarta-Feira)nos comércios, bancas,revistarias, orgãos públicos e privados, todas as escolas e portarias de condomínios verticais e horizontais da região.

Exclusivo: A Federação dos Condomínios a frente da Regularização


O ambientalista Adilson Barreto já foi professor e diretor de escola pública em Sobradinho - é o atual presidente da FACHO/DF

Ao longo de 30 anos os condomínios do Distrito Federal foram sinônimo de degradação e desrespeito ao meio ambiente. Criados pelos empreendedores sem licenciamento ambiental e em total desrespeito à ordem urbanística, os parcelamentos foram ganhando má fama e repulsa da sociedade brasiliense, que via todos os dias na mídia as denúncias de fracionamento das chácaras, fazenda e terras públicas.
Mas essa realidade vem mudando e os condomínios passam a ser exemplo de qualidade de vida onde milhares de pessoas escolheram para morar.
Desde 2006 que a FACHO/DF – Federação dos Condomínios Horizontais do Distrito Federal é presidida pelo ambientalista Adilson Barreto, morador de Sobradinho há quase 20 anos.
Logo que tomou posse Adilson convidou vários síndicos e lideranças em todo o DF, para implementar uma nova política de regularização dos condomínios.
Pediu apoio contra novas invasões, grileiros e especuladores. Junto com os moradores iniciou uma cruzada em defesa da regularização ambiental e urbanística de todos os condomínios. Foram carretas de protesto e manifestações públicas até arrancar do governo local, as primeiras regularizações iniciadas em 2007.
Em contrapartida, os síndicos e proprietários vêm elaborando os projetos essenciais para aprovação técnica dos órgãos do governo.
Adilson Barreto, que foi professor e diretor de escola pública em Sobradinho nos anos 90, vê na Educação Ambiental, o tema central para a solução dos problemas gerados pela ocupação urbana.
Para ele, a educação ambiental pode gerar uma série de atitudes voltadas para o bem-estar da comunidade local, criando mecanismos de preservação e respeito ao meio ambiente que emanam dos próprios moradores.
Com isso, a estratégia da FACHO/DF é fazer com que o Poder Público se sinta pressionado a dar uma resposta concreta para se chegar à regularização ambiental e urbanística até a escrituração de todos os lotes que é o maior desejo dos moradores.

Comércio ilegal de mudas é repreendido no DF

Desde o início do mês de março foram registradas quase 500 apreensões de plantas
Assim como os produtos de origem animal e vegetal, as plantas também precisam de registro e só podem ser vendidas em estabelecimentos comerciais. De outra forma, o comércio de mudas e plantas é considerado ilegal. Desde o início do mês de março, a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA-DF) tem realizado fiscalizações por todo o Distrito Federal. As atividades receberam o reforço de mais fiscais contratados por meio de concurso público. Até agora foram feitas 487 apreensões em locais como o Lago Sul, Lago Oeste, Granja do Torto e na região do PAD-DF, o programa de Assentamento Dirigido.

As plantas apreendidas eram de diversas espécies e de tamanhos variados. Geralmente, elas são trazidas de outros estados como São Paulo, Minas Gerais e Goiás. Segundo o gerente de Defesa Sanitária Vegetal da SEAPA-DF, Álvaro Caldas, esse comércio irregular oferece riscos que a população não imagina. “Com a venda ambulante, não temos como obter informações sobre a origem, o padrão de produção e o aspecto fitossanitário da planta. Além do mais, pode trazer pragas que não existem aqui de outros locais”, afirmou.

Segundo a legislação, as mudas podem ser vendidas apenas em estabelecimentos comerciais e devidamente legalizadas. Para isso, é necessário o Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem), obtido junto a Superintendência Federal de Agricultura (SFA), no Ministério de Agricultura. Qualquer outra forma de venda ambulante é proibida. A infração é considerada grave e prevê a apreensão de toda a mercadoria. As árvores que estiverem em boas condições são doadas para escolas públicas rurais e o restante é incinerado.

A SEAPA-DF dispõe do sistema de disque-denúncia pelo telefone 3447-8820. O serviço está disponível das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Com informações da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Durval será ouvido dia 30 de março

O Deputado Paulo Tadeu entende ser fundamental para a CPI da corrupção do Governo Arruda o depoimento de Durval Barbosa, marcado para o próximo dia 30 de março, às 10h na Superintência da Polícia Federal.
Desde o início da CPI, o Deputado Paulo Tadeu vem defendendo na Comissão e na imprensa a necessidade desse depoimento. É, inclusive, de sua autoria o requerimento de convocação de Durval Barbosa. Agora, como Relator, o Deputado espera ouvir do próprio denunciante os fatos que levaram à prisão do Governador e às investigações sobre desvios de milhões de reais dos cofres do GDF.
O depoimento será feito nas dependências da Polícia Federal, porque Durval Barbosa está sob proteção policial, desde que denunciou o escandaloso esquema de corrupção na Capital da República.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Interserção Textual por Joel Pires



Assim como falham as palavras quando querem exprimir o pensamento, assim falham os pensamentos quando querem exprimir a essência de uma realidade.

(Fernando Pessoa)

LA PIETÀ
O sol ainda brilhava naquela segunda-feira, quinze de março. As pessoas passavam alheias ao que se trama nas mentes sombrias. Os carros passavam. A vida passava no cotidiano da cidade de Sobradinho. O nome já não reflete o clima calmo de cidade pequena. O sufixo não mais se coaduna com a expansão dessa satélite. Os aparatos do Estado não acompanharam o seu crescimento, situação que se repete Brasil afora. A ausência do poder público é uma realidade ainda hoje. Fim de tarde. Uma papelaria aberta: materiais escolares. Um jovem à porta. Já não pode mais comprar cadernos, nem estudar. A multidão em volta. O cochichar das pessoas. A curiosidade mórbida. O corpo estendido no chão. A demora. O suspiro derradeiro. Havia corrido alguns metros antes de cair agonizando. Um garoto. Bermuda e camiseta. Os chinelos. A falta de ação. A expressão congelada. O olhar de pavor. O corpo franzino, as formas magras. O rosto cavado de susto. A palidez. As pessoas passam. O tempo passa. A omissão. É tarde. O sol caminha para o ocaso. Dois tiros. O fim de um sonho. A futilidade de um gesto. O vermelho gritando no chão. A espera. O triste espetáculo. A mãe... A desolação. O mundo congela-se ao redor. O silêncio absoluto. A falta de ação. Um grito vara o espaço. O lamento ecoa no universo. As mãos, o olhar, o gesto. Pietà. A mãe toma o filho no colo, sentada no chão. A dor. A imagem do horror. O choro de outras mães. Onde está o Pai? A noite cai sobre a cidade. A humanidade parece findar-se.

(*) Joel Pires é professor, escritor e colaborador do Jornal de Sobradinho

Uma “banana” para o povo


"Não bastasse a quantidade de escândalos envolvendo Deputados Distritais e políticos do DEM, agora foi a vez do Deputado Paulo Roriz dá um tiro no pé"
O deputado distrital Paulo Roriz (DEM) vai ser objeto de uma representação de estudantes que faziam manifestação contra o mensalão do DEM na galeria da Câmara Legislativa na tarde desta quarta-feira (17). Eles vão denunciar o distrital por quebra de decoro parlamentar. Os estudantes protestavam contra o escândalo quando, irritado com os protestos, Paulo Roriz chamou os estudantes de “palhaços” e fez um gesto ofensivo, o que popularmente se conhece como dar uma “banana’, no plenário.
Os estudantes seguravam cartazes com críticas aos deputados distritais o que levou o parlamentar a pedir à presidência da Câmara para que todos fossem retirados. “Peço a Vossa Excelência que retire desta Casa esses ‘palhaços’ que estão aqui fazendo o que estão fazendo”. Logo em seguida, o deputado acenou com a “banana”.
De acordo com o código da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, os deputados precisam tratar as autoridades, os servidores da Câmara Legislativa e demais cidadãos com respeito, discrição e urbanidade compatível com a dignidade parlamentar. Se valer o que está escrito, Paulo Roriz está encrencado.

(*) Fonte Blog doplenario/Marcos Machado

Prática do home office promove mais qualidade de vida


Atentos à promoção da qualidade de vida no ambiente doméstico e corporativo, profissionais e empresas passam a considerar a prática do home office. Seja em função da redução de custos ou do controle do nível de estresse, a verdade é que os benefícios de trabalhar em casa são realmente tentadores. Imagine, por exemplo, não ter que enfrentar o trânsito caótico diariamente, tirar um cochilo depois do almoço, poder almoçar e jantar com seus filhos e ainda ter um dia de trabalho extremamente produtivo?

Uma recente pesquisa realizada na Universidade de Durham, no Reino Unido, reforça essa tese. Segundo o estudo, os trabalhos mais flexíveis são também os que trazem mais benefícios para a saúde, como melhor qualidade de sono, menos fadiga e redução nos níveis de pressão sanguínea e ritmo cardíaco. Publicada no periódico Cochrane Database of Systematic Reviews, a pesquisa apontou ainda para a necessidade de se promover formas de trabalho mais otimizadas, levando em conta a saúde do funcionário.

A flexibilidade pode ser uma ótima solução para minimizar a exposição ao estresse, porém, é preciso muito cuidado para o tiro não sair pela culatra. “Trabalhar em home office exige automotivação, disciplina, preparo e independência”, afirma Alberto Ogata, médico e presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida. Ele, no entanto observa que o home office é uma alternativa interessante para as pessoas que buscam maior equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

De acordo com o médico, a familiaridade com a web e o contexto de interação por meio das redes sociais ou VoIP tornou possível a participação em reuniões, alinhamento de projetos ou atendimento ao cliente mesmo longe da empresa. “Podemos pensar em um home office parcial também, no qual o funcionário fica em casa um ou mais dias da semana. Essa tem sido uma alternativa de sustentabilidade para algumas empresas, pois é economicamente viável no tocante à economia de combustível, tempo do colaborador e equipamentos da companhia”, explica.

Essa foi a estratégia empregada pela filial brasileira do laboratório farmacêutico alemão Boehringer Ingelheim. Em sua sede recém inaugurada na zona sul da capital paulista, a empresa implantou um sistema de comunicação integrado que propicia maior mobilidade entre os funcionários. Dessa forma, todos os dias cerca de 20% dos funcionários entram no sistema de ‘escala para trabalho em casa’. “Tudo foi pensado para oferecer qualidade de vida, bem-estar e estimular o profissional a conceber novas idéias e soluções eficientes”, afirma Sérgio Pacheco, responsável pelo projeto do novo escritório 100% sustentável da empresa.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Cinema: Programação do Cinema Premier de Sobradinho de 19 a 25 de Março de 2010

SALA 1 - O FADA DO DENTE - DUBLADO - 16:00 - 18:15 - 20:30
SALA 2 - ALVIN 2 - 16:15 somete fim de semana
SALA 2 - PRECIOSA -uma lição de esperança - 18:45 - 21:00
SALA 3 - O LOBISOMEM - 16:30 - 19:00 - 21:10


(*)OBS: O Cinema Premier fica localizado no Sobradinho Shopping da QD 14

terça-feira, 16 de março de 2010

Empresário sobradinhense ficou indignado





Domingo dia 14, ocorreu o evento 80 KM Pedal na Serra, não entrando no mérito se deu certo ou não, presenciei o empresário Cavalcante - coordenador da prova muito contrariado pelo fato de não ter tido apoio logístico das autoridades quanto a segurança dos atletas. Até serviço de "agente de trânsito" o Cavalcante teve que fazer nas proximidades do balão da rodoviária, para garantir o bem estar dos ciclistas participantes do evento. É Lastimável!!!

Já por outro lado, profissionais como a blogueira Claudia Uilza relatou que a corrida foi uma das melhores que já fotografou pois pode perceber que:
" Não ficamos devendo a nenhuma outra grande prova que já vi pelo Brasil a fora. Os atletas fizeram um percurso de 80 km, duro, com muita lama. Os atletas de Sobradinho fizeram bonito, com quase todos subindo ao pódio. Parabéns ao Cavalcante e sua família, ao Willian e ao Fred pela excelente prova, que coloca Sobradinho a cada ano mais perto do topo das corridas do Brasil" declara Claudia .

Carta aberta aos Sobradinhenses

O Trip Trail pedal na Serra 80 km de Sobradinho é uma competição criada em 2005, por Cavalcante, William, Frederico (Fred) e Dr.Wilson (Boris) e tem o objetivo de incentivar o esporte na cidade serrana.

Em 2006, foi fundado o Clube Pedal na Serra de Sobradinho com o ideal de tirar crianças das ruas e colocá-las em uma atividade que ocupasse o tempo ocioso no qual, enquanto não estivesse estudando, estaria treinando, para que não se envolvesse com pessoas mal intencionadas.

Dificuldades:
Segundo Cavalcante," infelizmente até hoje não tivemos apoio para levar este projeto adiante, devido às dificuldades, então, concentramos nossas forças em uma competição já tradicional - os 80 km Pedal na Serra, nome bem sugestivo, pois, Sobradinho é a única cidade em Brasília que tem as melhores trilhas, lindos lugares, mata ciliar fechada, cachoeiras, muitas serras e lugares excelentes para prática desta modalidade esportiva.

Vale registrar que em 2005 começamos com 195 atletas, no ano seguinte, tivemos 267 participantes, e esse numero só veio aumentado. Em 2010, conseguimos colocar de vez a cidade de Sobradinho/DF no cenário nacional ranqueando ciclistas. Isso quer dizer que mais de 550 atletas de vários estados, como São Paulo, Bahia, Mato Grosso, Pernambuco, Goiás, Minas e quase todas as cidades no raio de 800 km daqui, tiveram em Sobradinho/DF competindo", declara.

Indignação:
Mas nem tudo são flores, o organizador e empresário Cavalcante protesta veementemente sobre a falta de apoio do governo do DF em eventos desta magnitude. Também questiona sobre a ausência da autoridade policial e seu efetivo, que não aparece para fazer a segurança dos atletas e coordenar o trânsito automotivo em competições aonde centenas de ciclistas trafegam junto com carros, motos e caminhões.

Prova disso, foi no último evento realizado dia 14/3(domingo), "aonde eu tive que ir pessoalmente fazer o serviço de “agente de trânsito” no balão da rodoviária exposto, sem nenhum item que assegurasse minha vida, pelo simples fato da ausência de policiais. Imagine só, um civil sem nenhum um preparo, ir para uma via expressa, parar carros. Quase fui atropelado por duas vezes, não por culpa do motorista, afinal é no mínimo muito estranho um cidadão a paisana parando o trânsito em pleno domingo por volta das 10:30 as 12:00 hs.

A toda hora, passava viatura da PM por mim e ficava eu, na expectativa - oba o pessoal chegou! Mas não, eles observavam o movimento e iam embora, então, eu ficava pensando, como é que pude antecipar ofícios às autoridades, solicitar este serviço e trabalhar incansavelmente durante um ano para organizar uma competição desta magnitude e sem dinheiro? Então explico que tive muitas promessas não cumpridas,e sem querer citar nomes dessas pessoas que me prometeram “ajuda” e não deram, quero aproveitar o Jornal de Sobradinho para agradecer alguns poucos lojistas abnegados de Sobradinho,quatro empresários de nossa cidade, os deputados distritais que nos representam e a Administração Regional através do Alexandre Yanez e equipe. Afirma Cavalcante".

O organizador Cavalcante esclarece que enviou a Secretaria de Segurança Pública ofício pedindo policiamento para o evento do dia 14/3. Não só a Secretaria de Segurança como para o Bombeiro e uma cópia deste mesmo ofício entregue também na secretaria do 13° batalhão de Sobradinho, informando que nosso evento teria a presença de 400 a 700 atletas - protocolado em 27/01/2010, sob o código 2284-5, afirma Cavalcante.

Pedido e Agradecimento:
Continuamos a acreditar nas instituições e queremos apoio, afinal, são seis anos de muitas lutas e nós não vamos desistir, vamos levantar a cabeça superar essas adversidades e trabalhar para que em 2011 seja muito melhor, queremos aqui mais uma vez agradecer a todos que estiveram presentes ao evento - 80 km Pedal na Serra, aos que nos apoiaram diretamente, enfim, a todos admiradores do esporte um muito obrigado e que Deus possa abençoar a todos.

Associação Clube Pedal na Serra
Carlos Cavalcante, Fred, William e Wilson.


(*)OBS: Click nas fotos para melhor visualizar imagens - registro fotográfico de Júnior Nobre e Adriana Lima

Na Hora atendeu 2,7 milhões em 2009


Serviço de Atendimento Imediato ao Cidadão também teve alto índice de aprovação durante pesquisa feita entre os usários. Próxima cidade a ganhar nova agência deve ser Samambaia

O Serviço de Atendimento Imediato ao Cidadão, o Na Hora, chegou ao final de 2009 com 2,7 milhões de atendimentos e um índice de aprovação equivalente a 95%, segundo pesquisa feita entre os usuários.

O diretor geral do Na Hora, Cláudio Fernandes Barbosa, conta que na avaliação espontânea, onde são registradas críticas, reclamações e elogios, por meio de formulários, 80% do material recebido pelo setor de triagem se refere a elogios ao atendimento. “Ter um órgão com 95% de aprovação dentro do serviço público é realmente louvável”, reconhece Barbosa.

Com cinco unidades instaladas no Distrito Federal, o órgão reúne diversos serviços oferecidos pelo GDF, a exemplo de emissão de Carteira de Identidade, de Trabalho, CPF, de vias de IPTU, IPVA, CEB, CAESB, além de serviços relativos ao INSS, ISS, Simples Candango, Detran, BRB, Procon, Defensoria Pública, entre outros.

Os serviços do atendimento Na Hora podem ser encontrados na Rodoviária do Plano Piloto, Taguatinga, Ceilândia, Sobradinho e Gama. Segundo o diretor geral do órgão, Cláudio Fernandes Barbosa, a expectativa é de que a próxima unidade a ser instalada contemple a cidade de Samambaia. “Existe uma grande reivindicação daquela comunidade”, afirma.

Endereço do Na Hora na cidade:

Na Hora Sobradinho Quadra Central, bloco 11, lote 7, lojas 16 a 24 Serra Shopping


Com informação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania

sábado, 13 de março de 2010

Cinema: Ilha do Medo

Ilha do Medo , Suspense

Ilha do Medo (Shutter Island) é o mais novo filme do diretor Martin Scorsese, que dirigiu filmes como Taxi Driver e, mais recentemente, Os Infiltrados, refilmagem de um filme policial japonês e que rendeu ao diretor o Oscar de Melhor Filme em 2008. O filme traz também Leonardo Dicaprio, que trabalha com Scorsese pela quarta vez – eles trabalharam juntos em Gangues de Nova Iorque, O Aviador e o já citado Os Infiltrados.

Em Ilha do Medo, uma dupla de agentes federais investiga o desaparecimento de uma assassina que estava hospitalizada. Ao viajarem para Shutter Island - ilha localizada em Massachusetts - para cuidar do caso, eles enfrentam desde uma rebelião de presos a um furacão, ficando presos no local e emaranhados numa rede de intrigas.

O filme ainda traz no elenco o ator Mark Ruffalo, de Ensaio Sobre a Cegueira, Jackie Earle Haley, que interpretará Freddy Krueger na nova versão de A Hora do Pesadelo, e Ben Kingsley, de Casa de Areia e Névoa e Ghandi.

Ilha do Medo entrou em cartaz sexta-feira, dia 12.

Ilha do Medo (Shutter Island) EUA, 2010. Direção: Martin Scorsese. Elenco: Mark Ruffalo, Michelle Williams, Leonardo DiCaprio, Emily Mortimer, Max von Sydow, Jackie Earle Haley, Ben Kingsley video

OBS: Click no título e assista o trailler do filme

Marketing&Publicidade: Mypressi Twist - Uma máquina portátil de Café Expresso Chique e Prático


Olá,
Acabei de sair da loja da Isabela Raposeiras na Vila Madalena e encontrei uma nova forma de preparar um café expresso que nunca tinha visto. É a Mypressi Twist, uma maquininha portátil, linda de morrer e super eficiente para preparar o seu expresso na chuva, na rua, na fazenda ou até numa casinha de sapê. Deveria ter levado uma dessa para a Argentina...rs
Ainda não está sendo vendida no Brasil mas pode ser comprada no site da marca por US$ 169,00 (www.mypressi.com)
Funciona através de uma capsula de gás, uma porção de café moido, água quente e é só apertar o botão e pronto....Para conferir, segue o vídeo.
Um abraço!

(*)OBS: Click no título para assistir o vídeo em anexo

(*)Por Marco De la Roche/ Barista e Blogueiro

PROCON-DF alerta sobre empréstimo consignado

PROCON-DF alerta sobre empréstimo consignado

Existem hoje cerca de 22 milhões de aposentados e pensionistas no Brasil. Desses, 15 milhões utilizam o crédito consignado. O Instituto de Defesa do Consumidor (PROCON-DF) orienta: se você é aposentado ou pensionista do INSS e pretende fazer algum empréstimo consignado, tenha muito cuidado com as armadilhas desse serviço.

Como esse tipo de operação é legal, pessoas idosas são as maiores vítimas da transação perigosa. Por não terem experiência ou conhecimento, justamente os mais velhos, acabam caindo facilmente em um golpe financeiro.

O programa de empréstimos a aposentados e pensionistas do INSS com descontos das parcelas na folha de pagamento foi autorizado pela lei federal n° 10.820/2003. O valor das parcelas é descontado diretamente do benefício previdenciário e o teto das taxas de juros cobradas é estipulado pelo Conselho Nacional de Previdência Social.

O Procon-DF alerta o consumidor para ficar atento, pois a taxa contempla todos os custos da operação de empréstimo ou cartão de crédito, ou seja, o custo efetivo.

As instituições também devem informar previamente ao titular do benefício o valor total financiado, a taxa mensal e anual de juros. E para assegurar seus direitos, ao assinar o contrato, o consumidor deve exigir sua via.

É proibida a contratação de empréstimos por telefone e também a cobrança da Taxa de Abertura de Crédito (TAC) ou qualquer outra taxa de impostos. Para o cartão de crédito é permitida a cobrança de uma taxa única de emissão no valor de R$ 15.

O cliente não é obrigado a contratar o empréstimo no banco em que recebe o pagamento, podendo optar por outra instituição financeira que oferecer menor taxa de juros.

Para evitar irregularidades, os bancos não podem fazer operações com beneficiários de outros estados: o empréstimo deverá obrigatoriamente ser contratado na unidade federativa em que o aposentado ou pensionista morar e receber o benefício.

O Consumidor que, a qualquer momento, se sentir prejudicado por operações irregulares ou identificar descumprimento do contrato por parte da instituição financeira ou de normas estabelecidas pela Instrução Normativa 28, deverá registrar sua reclamação pelo telefone 151 do PROCON-DF.

Fonte :PROCON-DF

Educação: Aula no laboratório de Química reforça o aprendizado dos alunos do La Salle



Experimento na aula de química
Alunos do 1º Ano do Ensino Médio tem aula prática no laboratório de Química!!!


Acompanhados pelo professor Fábio Junior, os Alunos do 1º Ano do Ensino Médio visitaram o laboratório durante as aulas de Química para a realização do experimento : Processos de separação de misturas.
Com esse trabalho, os alunos puderam concretizar a teoria com a observação dos experimentos realizados; conheceram e tiveram contato com alguns materiais de laboratório.
Dessa forma os alunos tiveram a oportunidade de aprender na prática, o que proporciona uma melhor aprendizagem.

Educação: Novo Espaço da Educação Infantil do Colégio La Salle de Sobradinho


Desde o dia 01 de fevereiro as crianças do Colégio La Salle contam com o novo espaço dedicado exclusivamente à Educação Infantil.
Para o novo espaço ter uma identificação maior ainda com as crianças, as paredes e móveis foram personalizadas com cores em tons pastéis e mobiliário apropriado favorecem a concentração e o desenvolvimento global de cada criança.

É o Colégio La Salle melhorando ainda mais sua estrutura, porque aqui a acolhida faz toda a diferença.

Conheça o novo espaço!